Fiéis católicos de toda a região estiveram na Catedral Metropolitana de Nossa Senhora das Vitórias, na noite dessa segunda-feira (20), para participar da Missa de Envio de Dom Josafá Menezes da Silva. Ele se despede oficialmente dos 20 municípios que compõem o território da Arquidiocese de Vitória da Conquista e seguirá para Aracaju, onde assumirá suas novas funções pastorais.

Terceiro arcebispo de Vitória da Conquista, Dom Josafá se notabilizou pela preservação do patrimônio eclesiástico, onde contribuiu com a construção de novas igrejas e paróquias em pouco mais de quatro anos à frente da arquidiocese local. O prelado colaborou ainda com diversas iniciativas relacionadas à preservação do patrimônio material e imaterial da cidade junto à Prefeitura e à Câmara de Vereadores, a exemplo da revitalização do Cruzeiro e do Cristo de Mário Cravo, entre outros feitos que lhe renderam o título de cidadão conquistense em 2021.

Entre as obras está a própria Catedral Metropolitana, local onde foi realizada a missa e a despedida, que foi entregue este ano após um completo trabalho de restauração, em sua maior parte feita sob sua administração. “Foi um longo trabalho de revitalização e embelezamento deste edifício, que foi ainda ornamentado por importantes obras de arte, como os vitrais e a cátedra, presentes para o povo de Vitória da Conquista”, declarou Dom Josafá.

Durante a homilia, Dom Josafá enfatizou o espírito de colaboração existente entre os representantes do poder público, o clero e o povo de Conquista, que sempre trabalharam em harmonia para o desenvolvimento da cidade. “Aqui eu cresci muito. As realizações foram possíveis graças a Deus e ao dedicado povo de Conquista. Agradeço a Deus por ter me dado a oportunidade de trabalhar aqui”, salientou o arcebispo.

Em nome das autoridades, a prefeita Sheila Lemos expressou gratidão pelo trabalho do bispo e o presenteou com uma bandeira de Vitória da Conquista. “Dom Josafá foi um pastor que não se limitou a atuar apenas dentro das paredes da igreja, mas esteve ativamente envolvido com a comunidade e sempre próximo do povo. Desejamos que ele seja muito feliz em sua nova missão em Aracaju, e que a cidade o receba de braços abertos para que ele possa fazer lá o mesmo trabalho realizado em Vitória da Conquista”, destacou Sheila.

Após a celebração, Dom Josafá procedeu a bênção e a entrega de sua última realização na arquidiocese de Vitória da Conquista: uma galeria situada na lateral da igreja, que abriga um memorial com registros dos primeiros padres que vieram à cidade. O local recebe o nome do primeiro arcebispo, Dom Geraldo Lyrio Rocha, falecido em 2023.

Novo arcebispo

Em março deste ano, o Papa Francisco nomeou Dom Josafá como Administrador Apostólico da arquidiocese de Vitória da Conquista até sua posse canônica como o 5º arcebispo de Aracaju. Após sua ida, uma administração diocesana composta por um conselho de padres estará à frente da Arquidiocese até que a nomeação do novo arcebispo de Vitória da Conquista seja feita pelo Papa Francisco.