As diretrizes da educação escolar quilombola foram o foco do evento, realizado em Brasília

Com o objetivo de discutir formas de implementar, nas redes de ensino, as Diretrizes Curriculares da Educação Escolar Quilombola – documento lançado em novembro de 2012 – aconteceu nessa segunda e terça-feira, 26 e 27 de maio, em Brasília, o III Seminário sobre Educação Escolar Quilombola. O seminário foi promovido pelo Ministério da Educação (MEC), por meio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi).

Na oportunidade, mais de 200 profissionais de escolas quilombolas, gestores municipais de educação, coordenadores pedagógicos e lideranças quilombolas de várias regiões do Brasil estavam presentes. A cidade de Vitória da Conquista esteve representada pela coordenadora pedagógica na Secretaria Municipal de Educação (Smed), Elizabeth Lopes, pelo coordenador do Pré-Vestibular Quilombola, Flávio Passos, e pela professora da Comunidade Quilombola do Baixão, Carmem Silva.

Elizabeth Lopes, Carmem Silva e Flávio Passos

‘Diretrizes Curriculares da Educação Escolar Quilombola’ – O documento foi criado com o intuito de orientar os sistemas de ensino na prática da Educação Escolar Quilombola, mantendo um diálogo com realidade sociocultural e política das comunidades e do movimento.

De acordo com as diretrizes, a educação escolar quilombola é um direito das comunidades quilombolas, e uma condição para o seu desenvolvimento em diálogo com suas raízes culturais e com a luta pelos seus direitos. No entanto, ela não substitui os conhecimentos do currículo, comuns a todas as escolas. Na verdade, na prática, esse currículo ganha um novo significado, a partir dos conhecimentos e práticas tradicionais da comunidade. Por consequência, o conteúdo tradicional ganha uma dimensão de promover um olhar da comunidade escolar para o reconhecimento dos valores ancestrais presentes na comunidade quilombola.

‘Vitória da Conquista’ – O Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Educação, busca fortalecer a educação escolar quilombola para um atendimento em consonância com as políticas de desenvolvimento das comunidades quilombolas e as diretrizes da educação escolar quilombola. Atualmente, a rede municipal de ensino de Vitória da Conquista possui 28 escolas nessas comunidades.

‘Valorização’– Durante o evento, o Pré-Vestibular Quilombola de Vitória da Conquista foi reconhecido enquanto uma política pública municipal de promoção da igualdade racial, sendo bastante elogiado. A iniciativa, criada em 2009, promove hoje o acesso de mais de 140 jovens quilombolas ao ensino superior.

No município, há também o Pré-Vestibular Dom Climério, mantido pela Associação Cultural Agentes de Pastoral Negros (APNs) com o apoio da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. Há 20 anos, a iniciativa já beneficiou 1000 alunos.