A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) está intensificando as ações preventivas contra o Coronavírus (Covid-19). Para isso, foi realizada uma reunião com a diretoria do órgão e a Vigilância Sanitária, na manhã desta terça-feira (17). Na ocasião, foram discutidas alternativas e orientações que os comerciantes devem adotar para evitar a propagação da doença.

“É a prática da higiene: na questão do uso do álcool em gel, da lavagem das mãos, de manter distância e também de seguir o protocolo de etiqueta respiratória. Ver também a questão do uso dos EPIs [Equipamentos de Proteção Individual] adotados pelos comerciários, pelos vendedores. Procurar, da melhor maneira possível, evitar que o Coronavírus se espalhe pelo município”, afirma o coordenador da Vigilância Sanitária, Maico Vieira.

O coordenador da Vigilância Sanitária, Maico Vieira, e a presidente da CDL, Sheila Andrade, discutiram as medidas de prevenção

“A partir de hoje, a CDL vai fazer um comunicado a todos os lojistas mostrando quais são os pontos que devem ser atacados nesse momento, principalmente pessoal, com a lavagem das mãos sempre que possível e higienização da loja”, conta a presidente da CDL, Sheila Andrade. E completa: “Nós não precisamos entrar em pânico, não temos nenhum caso em Conquista ou nas cidades vizinhas. Mas a gente sabe a importância da prevenção.”

No comunicado emitido aos lojistas, é recomendada uma série de cuidados com a higiene. Além da limpeza intensificada do estabelecimento, é preciso lavar as mãos com água e sabão, especialmente após contato com pessoas, dinheiro e antes de se alimentar; cobrir o nariz e a boca com o antebraço ao espirrar e tossir; evitar tocar nos olhos, nariz e boca; e higienizar canetas cedidas aos clientes logo após o uso. O álcool em gel deve ser disponibilizado aos funcionários e ao público.

Também é recomendado que os colegas de trabalho não compartilhem objetos de uso pessoal, a exemplo de talheres e copos. Ao se cumprimentar, é preciso ainda evitar abraços, apertos de mão ou beijo no rosto. Manter os ambientes bem ventilados também é essencial. Sempre que possível, deve-se substituir reuniões presenciais por e-mails, contatos telefônicos e Whatsapp.

Além disso, funcionários que trabalham diretamente com dinheiro devem ter acesso a luvas e máscaras. É recomendado também evitar o contato com pessoas que estejam com infecções respiratórias agudas. Quanto aos colaboradores que integram o grupo de risco do Covid-19, é indicado que permaneçam em casa, assim como as mães de filhos pequenos, que precisam deixá-los com os avós.

A Vigilância Sanitária está reforçando a fiscalização de espaços que recebem um número maior de pessoas, a exemplo da Rodoviária, e a Secretaria Municipal de Saúde reforça que, caso alguém apresente febre ou, pelo menos, um sintoma respiratório, esteve em viagem para as áreas de transmissão ou em contato com pessoas desse perfil, é necessário entrar em contato, imediatamente, com o setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde para notificação e investigação, por meio dos contatos: 3429-7403/7405/7411.