De acordo com atualização da Vigilância Epidemiológica (Viep) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), até ontem (26) foram notificados três casos suspeitos de monkeypox (varíola dos macacos) em Vitória da Conquista. Os três possuem critérios para notificação e investigação laboratorial pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen).

O terceiro caso suspeito notificado é de um paciente do sexo masculino, de 27 anos, que está cumprindo isolamento e não tem histórico de viagem. Os dois primeiros casos notificados na semana passada, são de duas pessoas adultas, um homem, de 18 anos e uma mulher, de 40, também sem histórico de viagens para outros países ou estados.

Todos eles estão bem e prosseguem no isolamento domiciliar de 21 dias, conforme protocolo, até confirmação e descarte do caso laboratorialmente.

As amostras das coletas sanguíneas para diagnóstico diferencial, bem como as coletas feitas por meio de swab das lesões ou fragmento de crostas, foram enviadas para o Lacen Bahia, que encaminha ao Laboratório da Fiocruz para análise. Os resultados ainda estão sendo aguardados.

As pessoas com quem os três pacientes tiveram contato também estão sendo monitorados pela Viep.

A SMS disparou alertas epidemiológicos para toda rede de saúde do município e já orientou a rede hospitalar sobre o fluxo de notificações suspeitas para dar prosseguimento à investigação epidemiológica.

Qualquer pessoa que manifeste sintomas característicos dessa doença como febre alta súbita, dor no corpo, adenomegalia (aumentos dos gânglios), fraqueza e dor nas costas, e com presença de erupções cutâneas, que tenha viajado para área de circulação do vírus ou que teve contato com caso suspeito ou confirmado da varíola dos macacos, deve entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica, por meio do telefone 3429-7405, ou procurar a unidade de saúde mais próxima.