Na tarde dessa segunda-feira, 24, representantes de diversos segmentos da sociedade civil, do Governo Municipal e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica) se reuniram no plenário da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista para a composição da Comissão Intersetorial do Selo Unicef Município Aprovado/Edição 2013-2016.

Cinara Ferraz

O Selo Município Aprovado é um reconhecimento internacional que a cidade participante pode conquistar pelo resultado dos seus esforços na melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes. Para a articuladora da comissão do Selo Unicef, Cinara Ferraz, a premiação “é uma estratégia para que o governo e a sociedade civil estejam engajados para melhorar os indicadores sociais. Além disso, o selo oferece visibilidade nacional e internacional aos municípios que priorizam ações em benefício das crianças e adolescentes”.

Lenira Figueiredo

A metodologia do Selo prevê a realização de ações de comunicação e de mobilização social; treinamento de atores locais para que apoiem o fortalecimento das políticas públicas; monitoramento de indicadores sociais; avaliação do desempenho e certificação dos municípios que alcançam os melhores resultados. “Precisamos estar mobilizados na aquisição do selo porque ele representa o cumprimento das garantias dos direitos das crianças e adolescentes do município. Nessa edição da premiação, os municípios participantes foram divididos em pequeno, médio e grande porte. Vitória da Conquista vai concorrer com municípios de grande porte como Salvador e Feira de Santana, de acordo com suas demandas e ações”, disse a presidente do Comdica, Lenira Figueiredo.

Leda Freitas

Para a representante da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Leda Freitas, uma das eleitas para fazer parte da comissão do Selo Unicef, a causa é de fundamental importância. “Eu vejo a importância desse trabalho não apenas como representante de uma instituição, mas como cidadã. Nosso município tem um compromisso muito grande para garantir os direitos das nossas crianças e adolescentes, por meio de um conjunto de ações que vêm sendo desenvolvidas para melhorar a vida desses jovens”, explicou.