Espaço oferece de obras de arte a estratégias de convívio com a seca

O lançamento do estande oficial da Prefeitura na 51ª edição da Exposição Nacional do Agronegócio de Conquista, na noite de quarta-feira, 29, ofereceu novidades em diferentes aspectos. Foi, por exemplo, o local e a ocasião escolhidos para oficializar outro lançamento – o da nova logomarca do Governo Municipal, que, agora, traz o brasão oficial do município e a frase “Mais perto de você”. As cores, verde e azul, são alusivas à bandeira municipal.

Mas o estande também ofereceu outros atrativos. Num dos espaços, reservado à Secretaria Municipal de Educação, o visitante pode observar a instalação “Transcendência”, criada pela artista Cleide Nágida. A obra, que ocupa uma área de 3 por 5 metros, mistura diferentes linguagens e convida quem a observa a reflexões.

Do outro lado, está a área reservada à Secretaria Municipal de Agricultura. Aí, já são outros atrativos. O objetivo é mostrar aos visitantes que, mesmo em áreas de semiárido – como é na maior parte da zona rural conquistense – há muitas formas de se utilizar a tecnologia de maneira “simples” para obter bons resultados, como observou o secretário municipal de Agricultura, Arlindo Rebouças.

“O que estamos demonstrando aqui é a coisa mais simples que existe. E, apesar da simplicidade, tem muita tecnologia”, disse Rebouças. Ele se refere, por exemplo, à bomba artesanal exposta no estande, feita com tubos de PVC, bolas de gude e cordas – um artefato muito útil para bombear água de reservatórios em locais onde não há energia elétrica.

O espaço expõe também exemplos de técnicas para multiplicar mudas de maniva e palma, além de estratégias igualmente simples para potencializar o uso da água e reaproveitar materiais como garrafas plásticas no manejo de hortas.

“Esse é o trabalho da Secretaria. Nós vamos desempenhar isso aí. Vamos levar essa tecnologia para o homem do campo, que ele necessita muito”, afirmou Rebouças. Há ainda as variadas possibilidades de aproveitamento do umbu na produção de geleias, biofertilizantes (todos produzidos pelos técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura) e até cervejas, fabricadas a partir do típico fruto sertanejo.

‘Parceira histórica’ – Outro serviço oferecido pelo município, durante a Exposição Conquista, é a Equipe de Abordagem, ligada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. O grupo, composto por quatro profissionais, estará no Parque de Exposições Teopompo de Almeida durante os três turnos, ao longo dos seis dias do evento. O objetivo é abordar crianças ou adolescentes que estejam trabalhando ou envolvidas em situações que as exponham a outros riscos. “São profissionais já treinados para isso. É para darmos uma tranquilidade a quem está aqui no Parque de Exposições”, informou a secretária de Desenvolvimento Social, Irma Lemos.

Outras secretarias, como Cultura, Indústria e Comércio e Saúde, também estarão envolvidas em ações que serão integradas ao estande, durante toda a duração da Exposição Conquista. Afinal, como observou o prefeito Herzem Gusmão, “todas as secretarias estão aqui, participando desta festa” – da qual, ainda de acordo como gestor, a Prefeitura “é uma parceira histórica”.

‘Bênçãos’ – Ao falar ao público presente no estande, na solenidade de lançamento do espaço e da nova logomarca, Herzem Gusmão se referiu à chuva que havia caído em Vitória da Conquista na madrugada do dia 29. “A chuva não resolveu o problema da seca, ainda. Mas graças a Deus que a chuva chegou. Eu tenho dito que este ano será um ano de crescimento, de bênçãos”, afirmou.

Segundo o gestor, a equipe de governo estará presente em todos os seis dias do evento, tanto no estande oficial quanto no Gabinete Itinerante. “Estou aqui muito feliz, alegre com a nossa equipe de governo. Torcendo para que a festa justifique. E está aqui em exposição a nossa riqueza. Toda a nossa riqueza vai estar em exposição, o nosso PIB, durante a semana. Esperamos a presença também do público, prestigiando mais uma exposição”, disse.