O Governo Municipal, desde 2017 com a implantação do Bolsa Família Móvel, vem facilitando o acesso da população ao Cadastro Único (CadÚnico) levando sua equipe até as localidades mais distantes da sede. Em 2019, o município iniciou a descentralização do atendimento nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) a cada 15 dias, com mais dois postos fixos na Prefeitura da Zona Oeste e na Subprefeitura de José Gonçalves.

E essa descentralização se ampliou em 2020. Hoje, cada um dos oito Cras do município possui uma equipe fixa de cadastradores que atendem de segunda a sexta-feira nestas unidades. “A pandemia nos mostrou a necessidade urgente de ofertar o serviço diariamente e não quinzenalmente como estávamos fazendo nos Cras. No último mês, tivemos uma procura intensa por novos cadastros e atualização dos já existentes, por conta do auxílio emergencial do Governo Federal. Felizmente nossa estrutura já estava organizada e pudemos atender as pessoas sem tumultos e dentro das normas de segurança contra a Covid-19”, ressaltou o secretário de Desenvolvimento Social, Michael Farias.

Atendimento na Subprefeitura de José Gonçalves

No período de 23 de março a 02 de maio, segundo informação da Vigilância Socioassistencial, foram realizados mais de 9.920 atendimentos, que incluem o mutirão para cadastro do auxílio emergencial na zona rural, onde além do cadastro para o auxílio, as equipes estão fazendo atualizações e novos cadastro no CadÚnico. “Nas localidades visitadas, até o momento, nós estamos cadastrando para o auxílio e tirando as dúvidas dos que já fizeram o cadastro e identificando as famílias que ainda estão fora do CadÚnico. Nosso objetivo com esta ação é levar mais proteção para toda comunidade da zona rural”, explicou a coordenadora de Renda e Cidadania e gestora do Bolsa Família, Rita Amaral.

Além do acesso ao auxílio emergencial, neste período de pandemia, o CadÚnico dá acesso a outros programas como:

  • Programa Bolsa Família;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Progredir (Acessuas);
  • ID Jovem;
  • Isenção de taxa de concursos;
  • Programa Minha Casa, Minha Vida;
  • Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI;
  • Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • Carteira do Idoso;
  • Benefício de Prestação Continuada – BPC;
  • Programa Primeira Infância no SUAS – PIS;
  • Programa de Cisternas;
  • Carta Social;
  • Pro Jovem Adolescente;
  • Entre outros programas municipais e estaduais.

Sobre o CadÚnico – O Cadastro Único (CadÚnico) é um sistema do Governo Federal que identifica as famílias brasileiras de baixa renda – que recebem até três salários mínimos ou meio salário por membro familiar. Nele, é possível conhecer as famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. Com estas informações os governos estadual, municipal e federal implementam políticas públicas para promover e melhorar a vida das famílias. Atualmente, 52.598 famílias de Vitória da Conquista estão inseridas no CadÚnico, sendo que mais de 24.552 são beneficiárias do Programa Bolsa Família.

Duvidas e informações sobre CadÚnico e Bolsa Família, ligue para: 77 3429 9437.