Representantes da Prefeitura de Vitória da Conquista e do Sindicato dos Bancários da região se reuniram na manhã desta terça-feira (7), na Secretaria Municipal de Saúde. A preocupação é a mesma para as duas entidades: como evitar a exposição dos funcionários e dos clientes das instituições bancárias ao novo coronavírus?

As instituições financeiras estão entre as atividades essenciais que não precisam fechar, conforme determinações do Decreto Municipal, mas devem adotar medidas a fim de evitar aglomerações. O presidente do Sindicato, Leonardo Viana, disse que estratégias de contingenciamento e higienização já estão em prática nas unidades, mas há concentração de pessoas nas filas formadas do lado de fora das agências, contrariando as orientações do Ministério da Saúde e das autoridades sanitárias.

“É importante somar todas as forças no sentindo de garantir a integridade da população. Esse é um momento de caminhar junto, de convergir as ideias e, nesse sentido, essa reunião foi muito produtiva e satisfatória, porque atende às nossas necessidades como também à demanda da Secretaria de Saúde”, afirmou Leonardo.

De acordo com o coordenador municipal da Vigilância Sanitária, Maico Mares, as aglomerações nas portas dos bancos e das casas Lotéricas são preocupantes. “O objetivo dessa parceria é para encontrar, juntos, uma solução para resolver a questão da aglomeração. Foi muito produtiva a reunião, agradeço a presença de todos”, declarou.

Em parceria, a Prefeitura e o Sindicato iniciarão uma campanha educativa, orientando os clientes a utilizarem outras formas de pagamento e a evitar idas aos bancos e às lotéricas. Ao longo da semana, mais alternativas serão estudadas e avaliadas com a participação de outros setores relacionados.

Participaram ainda da reunião representantes da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (setor de Posturas) e do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest).