A Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Assessoria Municipal de Políticas Públicas para Diversidade Sexual, iniciou, na manhã desta sexta-feira, 25, a capacitação nos Centros de Referência em Assistência Social (Cras). O primeiro a receber a atividade, que integra a programação do Maio da Diversidade “Conquista não combina com homofobia”, foi o Cras do Bruno Bacelar.

O objetivo da atividade é trabalhar a temática dos direitos humanos da população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. Além disso, são abordados temas relativos às diversas formas de novas constituições familiares, buscando assim uma formação básica aos profissionais que atuam nas áreas da Proteção Social Básica, em assuntos referentes à sexualidade humana, orientação sexual e identidade de gênero.

Danillo Bittencourt

Segundo o assessor técnico de Políticas Públicas para Diversidade Sexual, Danillo Bittencourt, essa é uma segunda etapa de capacitação pelos Cras da cidade destinada a falar um pouco sobre a participação da população LGBT dentro do Sistema Único da Assistência Social. “Houve algumas modificações nesse sistema que incluem a perspectiva da população LGBT. Assim como nós temos um SUS LGBT, estamos na construção de um SUAS LGBT”, explicou Danillo.

Ana Rosa dos Santos

Para a coordenadora do Cras do Bruno Bacelar, Ana Rosa dos Santos, a capacitação foi de grande importância. “Foi muito esclarecedor. Essa capacitação vai ajudar a cada um de nós a saber tratar as pessoas da forma ainda mais correta e com o respeito que todos merecem”, afirmou Ana.

Eunice Barbosa

A psicóloga do Cras, Eunice Barbosa, também considerou a capacitação proveitosa. “Nós, que trabalhamos com um público tão diverso aqui no Cras, ainda desconhecemos a nossa realidade que é muito dinâmica. O trabalho é inovador e nos mostrou muitas coisas que a maioria não sabia, então foi de grande valia”, contou a psicóloga.

Confira aqui a programação completa.