Igor vai concorrer com estudantes de todo o Brasil na Etapa Nacional

Às vésperas de completar 11 anos no domingo (27), Igor Matos ostenta, orgulhoso, uma medalha no peito, com a indicação “vencedor”. Aluno do 5º ano da Escola Municipal Anísio Teixeira, ele conquistou um dos três primeiros lugares na Etapa Estadual/Regional do Concurso Cultural do Instituto Sicoob, na modalidade Redação. A premiação será nesta sexta (25), em Salvador.

Com a vitória nessa fase, Igor vai concorrer com estudantes de todo o Brasil na Etapa Nacional, cujo resultado deve ser anunciado em 11 de novembro. Antes da Estadual, ao lado de 4 colegas da escola, ele já havia vencido a Etapa Local. A história contada por ele, com base no tema “Todo mundo ganha com a cooperação”, foi inspirada em super-heróis.

“Eu gosto muito de super-heróis. Por isso, o meu texto foi inspirado neles e conta a história do ‘Homem Reciclagem’, que tentou despoluir rios e cidades sujos pelo ‘Homem Lixo’”, contou o estudante, que afirmou ter gostado de participar da iniciativa e agradeceu o incentivo da mãe e da professora, Márcia Bonfim, na conquista do prêmio.

Rebeca se sentiu honrada em ter ficado entre os três primeiros colocados

No mesmo concurso e categoria, a estudante Rebeca Novaes, do 5º ano da Escola Municipal Mário Batista também se classificou. “Fiquei muito feliz e honrada de ficar entre os três primeiros colocados”, enfatizou Rebeca. A aluna da professora Gilmara Quaresma parodiou a história da lebre e da tartaruga, abordando o consumo consciente e a preservação ambiental.

Para o coordenador pedagógico da Escola Anísio Teixeira, Wellington Borges, os concursos contribuem com a escola no sentido de estímulo à leitura e à escrita. “E os resultados são fruto desse trabalho de valorização da leitura, da escrita, que é feito ao longo do ano. E é bonito ver que esses aprendizados têm se concretizado, que os alunos têm, de fato, aprendido”, avaliou.

O Concurso Cultural do Sicoob é realizado anualmente com os objetivos de difundir o conceito de cooperação para crianças dos 3° e 5° anos do Ensino Fundamental I e contribuir para formação de cidadãos mais conscientes.