O público vibrou, se encantou e aplaudiu de pé a apresentação da peça “Latumia – ou a História de Amor de Romeu e Julieta”, encenada nessa sexta-feira, 10, no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima. O espetáculo, que fez parte da programação da primeira noite do Festival da Juventude – Ano II, é uma adaptação do texto de Ariano Suassuna, que esteve presente em Vitória da Conquista durante a abertura do evento.

Ivan Oliveira, professor

Latumia é uma peça da Cia Fina Fulô, grupo integrado por alunos dos cursos de Dança e de Teatro da Uesb campus de Jequié, turma de 2011. O espetáculo traz um olhar para a cultura popular nordestina e retrata a história de amor de Romeu e Julieta de uma forma sertaneja, em uma brincadeira lúdica de amor, ódio, luta e morte. “A peça tem a linguagem do Nordeste que a gente se identifica”, ressaltou o professor Ivan Oliveira.

Roberto de Abreu, diretor

A peça revela costumes e tradições populares da região. Tudo isso acontece de uma forma inovadora com música, interpretações e dança simultaneamente. “Estou muito emocionado de estar aqui hoje apresentando esse espetáculo que conta com os primeiros estudantes de arte do interior da Bahia”, revelou o diretor Roberto de Abreu, com relação ao sucesso da apresentação dessa sexta-feira.

Antônio Silva, estudante

Para o estudante de hip hop Antônio Silva, a peça Latumia, bem como as demais atividades do Festival da Juventude despertam o jovem para atividades culturais. “No caso da peça, ela chama a atenção porque fala de uma história que a gente já conhece, mas de forma diferente. Gostei muito”, assegurou.

Phillypos Aguiar, professor de Itapetinga-BA

O professor Phillypos Aguiar veio de Itapetinga para participar do Festival da Juventude. Segundo ele, o evento, ao integrar teatro e diversas outras linguagens artísticas, se torna peculiar. “É um momento que a gente não tem sempre no interior, por isso é importante a gente ter acesso e compartilhar”, opinou.

[nggallery id=49]