Idosos e familiares que fazem parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da terceira idade do Centro de Referência em Assistência Social do Vila América (Cras II) participaram, nesta terça-feira, 10, de um almoço de confraternização. A atividade, realizada na sede do centro, também contou com a participação da equipe do Cras e de representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.

Stéphanie Carvalho e Eloína Damacena

Segundo a psicóloga que coordena o grupo de idosos, Stéphanie Carvalho, a confraternização marca o encerramento das atividades realizadas em 2013, com cerca de 30 idosos que participam do serviço. “No ano passado, trabalhamos mais com a parte da informática, por meio de realizações de palestras. Este ano, fizemos mais a parte prática. Além dos passeios, oferecemos várias oficinas, entre elas papietagem, vagonite, tricô e confecção de tapetes de retalho”.

Miguel Felício

Em sua fala, o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Miguel Felício, destacou a importância da participação de todos os envolvidos com as atividades do Cras. “Ao ver o resultado do trabalho feito aqui, temos que agradecer também à comunidade por participar e acreditar. Mas isso acontece pela dedicação e empenho de todos os que atuam aqui”, disse.

Cinara Ferraz

A coordenadora municipal de Proteção Social Básica, Cinara Ferraz, destacou a essência do centro. “Esse equipamento é para congregar a comunidade e fortalecer a comunhão das pessoas que moram nesse território. Ele foi pensado com o objetivo de ter a participação da comunidade, pois ele externa a atenção do Governo Municipal, que é ter o ser humano em primeiro lugar”, salientou.

Para a coordenadora do Cras Vila América, Sulmara Alecrim, o balanço das atividades realizadas ao logo do ano é positivo. “Completamos cinco anos e temos mais de 2.300 famílias cadastradas. Trabalhamos com onze grupos de fortalecimento de vínculos. Este ano, tivemos a oportunidade de realizar mais ações do que estavam previstas no planejamento feito no mês de janeiro”, destacou.

Sulmara Alecrim

Os idosos que participam do grupo agradeceram pelos serviços prestados. Para Marilene Santos, que mora no Vila América e faz parte do grupo há dois anos, o mais importante é o acolhimento proporcionado. “Eu me sinto muito bem aqui e agradeço a todos os funcionários. Antes eu ficava em casa fazendo as minhas coisas sozinha e me sentia triste, agora eu tenho amigos que me ensinam e me fazem companhia”.

Marilene Santos

Alice Ferreira, 77 anos, completou: “O pessoal é muito atencioso. Aprendi muito desde o primeiro dia que entrei nesse grupo. Acho bom estar aqui junto a pessoas legais”.

Alice Ferreira

As atividades de confraternização do Cras II continuam. Nessa quarta-feira, 11, às 8h30, será realizado um café da manhã com os participantes que fazem parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Família.