Foi divulgado na manhã deste sábado (10), o perfil semanal epidemiológico dos casos confirmados e pacientes que vieram a óbito pela Covid-19 em Conquista. De acordo com os dados, 659 pacientes foram diagnosticados com a doença nos últimos sete dias, totalizando 8.746 casos confirmados no município, desde o início das notificações, em 27 de fevereiro.

Entre os casos confirmados, 5.028 são pessoas do sexo feminino, enquanto que 3.718 são do sexo masculino. Na última semana, mais 53 trabalhadores da saúde foram diagnosticados com a Covid-19, totalizando 1.028 casos de pessoas desse grupo.

O maior número de casos registrados (3.699) ainda é de pessoas entre 20 e 39 anos, além de 2.943 casos confirmados entre 40 e 59 anos e outros 1.193 casos de pacientes com mais 60 anos. Também foram contabilizados 652 casos de pacientes entre 6 e 19 anos e 259 casos de crianças com idade entre 0 e 5 anos.

Do total de pessoas infectadas, 1.660 relataram ter uma ou mais comorbidades – quando há duas ou mais doenças preexistentes – ou fatores de risco para a Covid-19: Doença Cardíaca/Hipertensão (745), Diabetes e Hipertensão (194), Diabetes (483), Obesidade (359), Doença Hepática (32), Doença Pulmonar (310), Doença Neurológica (62), Neoplasia (41), Imunossupressão/Doença Reumática (30), Doença Renal (70), Hipotireoidismo (8), Gestação de alto risco (1) e Hanseníase (1). Os outros 7.086 pacientes não relataram possuir nenhuma comorbidade.

Quanto a evolução dos sintomas, 8.176 pessoas apresentaram sintomas leves de Síndrome Gripal e 570 desenvolveram Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), necessitando de internamento. Na última semana, mais 568 pacientes recuperaram-se da doença, totalizando 8.178 recuperados da doença, e 410 ainda apresentam sintomas, com possibilidade de transmissão, e seguem em recuperação – 30 estão internados e 380 em tratamento domiciliar.

Até a última sexta (10), 158 pacientes do município faleceram por complicações da Covid – a maioria deles foram do sexo masculino, com 92 óbitos, e 65 do sexo feminino. Destes, 152 vieram a óbito em unidade hospitalar e seis em domicílio. 125 deles tinham mais de 60 anos, 28 tinham idade entre 40 e 59 anos, quatro entre 20 e 39 anos e uma pessoa com idade entre 6 e 19 anos.

Dessas pessoas que foram a óbito, 15 delas não possuíam nenhuma comorbidade, enquanto que 143 possuíam doenças preexistentes e/ou fatores de risco para complicações da Covid como: Doença Cardíaca/Hipertensão (107), Diabetes e Hipertensão (28), Diabetes (62), Obesidade (13), Doença Hepática (4), Doença Pulmonar (14), Doença Neurológica (10), Neoplasia (9), Imunossupressão/Doença reumática (7), Doença Renal (10), Hipotireoidismo (4), Gestação de alto risco (1) e Hanseníase (1).

Na zona urbana, foram diagnosticados 8.294 casos da Covid-19 de moradores das localidades citadas na tabela abaixo:

Já na zona rural foram confirmados 452 casos de pacientes moradores das seguintes localidades: