O Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Recanto das Águas está com uma série de atividades na Semana do Brincar. Ontem, aconteceu uma ação lúdica de contação de história, e hoje (28) foram realizadas algumas oficinas. As brincadeiras seguem até sexta-feira (31), último dia da Semana do Brincar.

De acordo com a diretora da unidade, Fabiana D’Esquivel Soares, a criança sempre surpreende. “Planejar esta semana está sendo um desafio, porque a criança todo dia muda. Cada brincadeira, mesmo repetida, ela vê de uma forma diferente”. Ela considerou que a semana está sendo maravilhosa. “Vamos levar as crianças para o campo, resgatar as brincadeiras de antigamente que são pião, pipa, gude, trazer isso para as nossas crianças, porque é através destas brincadeiras que elas conseguem desenvolver suas habilidades psicomotoras, emocionais, sociais. Já trabalhamos isso na Educação Infantil. E ter uma semana só nós e as crianças é maravilhoso”.

A aluna Maria Eduarda Gomes dos Santos, 5 anos, disse que está valendo a pena participar da Semana e aproveitando para fazer algo que gosta muito que é brincar. “Minha brincadeira favorita é de boneca”.

Representando a Coordenação de Educação Infantil do Núcleo Pedagógico da Secretaria Municipal de Educação (Smed), Ronilda Rodrigues da Silva Oliveira elogiou o trabalho desenvolvido pela unidade. “Este Cmei já tem história de brincadeiras com as crianças. Agrega e entende a importância do brincar para o desenvolvimento infantil. E as atividades estão bem legais, as crianças participando, brincando livremente, com os adultos também, é o que prezamos, porque as interações e as brincadeiras são a proposta pedagógica da educação infantil”.

Ela acrescentou que o município de Vitória da Conquista sai na frente com esta proposta de realização da Semana Municipal do Brincar, desde 2017, “porque entende a importância dessa brincadeira para o desenvolvimento das crianças. A necessidade das crianças interagirem com outras crianças a partir das brincadeiras. Então, momento importante para a rede”.