O Ministério da Saúde realizou modificações nos públicos-alvo da segunda e da terceira etapa da Campanha de Vacinação contra a Influenza. Caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários poderão ser imunizados a partir do dia 16 de abril. A mudança tem a finalidade de resguardar esses profissionais, que integram serviços e atividades considerados essenciais durante o enfrentamento da pandemia do Covid-19.

As pessoas que fazem parte dessas categorias poderão se vacinar independente do município onde residem, tendo em vista que a natureza do seu trabalho exige que elas transitem por todo o país.

Além disso, será igualmente antecipada a vacinação de funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade. Esses grupos também serão imunizados na segunda fase da Campanha, que tem início no dia 16 de abril.

Enquanto isso, devido à suspensão temporária das aulas, os professores do ensino básico ao ensino superior passarão a ser vacinados na terceira fase da Campanha, a partir do dia 9 de maio. Caso o professor apresente doença crônica, ele poderá se vacinar ainda na segunda fase.

Veja como ficaram os grupos prioritários:

1ª Fase (início: 23 de março)
Idosos (idade igual ou superior a 60 anos);
Profissionais da saúde.

2ª fase (início: 16 de abril)
Profissionais das forças de segurança e salvamento;
Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
Funcionários do sistema prisional;
Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas;
População privada de liberdade;
Caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários.

3ª fase (início: 9 de maio)
Professores das escolas públicas e privadas;
Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;
Gestantes;
Puérperas;
Povos indígenas;
Adultos de 55 a 59 anos de idade;
Pessoas com deficiência.