Desde que os primeiros casos suspeitos surgiram, a Prefeitura de Vitória da Conquista tem tomado medidas que vão desde operações de higienização à criação de estrutura de atendimento e tratamento a pacientes, para que a população esteja amparada durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Na tarde dessa quinta-feira (9), a promotora da 11ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania, Guiomar Miranda Melo, visitou o espaço onde vai funcionar o Centro Municipal de Atenção ao Coronavírus (Covid-19). “Estou achando ótima a atuação do município. Existe a preocupação dos setores da Secretaria de Saúde, que inclusive organizou uma equipe para trabalhar com a questão da pandemia, a Vigilância à Saúde está cumprindo o seu papel. Tudo que o Ministério Público tem requisitado, o município está realmente cumprindo”, declarou a promotora.

Em pouco tempo, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) transformou as instalações do CAPS AD III – situado entre as Avenidas Régis Pacheco e Integração e que estava inativo – no Centro de Atenção. O local dispõe de instalações amplas e está sendo equipado para receber pacientes com suspeita de infecção pelo coronavírus.

Acompanhada do assessor especial do Gabinete, Lucas Batista, a promotora falou sobre sua impressão do local: “Estou bastante entusiasmada ao ver uma estrutura maravilhosa. O município de Vitória da Conquista está cumprindo com suas funções. Nós precisamos realmente ter um centro de triagem como esse para, na ocorrência da fase mais aguda, não termos percalços com a Covid-19”.

O Centro de Atenção será exclusivamente utilizado para receber suspeitos de infecção pelo coronavírus, que serão encaminhados pelas unidades de saúde e receberão os primeiros tratamentos.