Com intuito de reprimir o transporte rodoviário irregular, bem como o trânsito inadequado de produtos sujeitos à vigilância sanitária, como alimentos e medicamentos, foi realizada durante os dias de 25, 26 e 27 de novembro uma ação conjunta entre a Vigilância Sanitária Municipal e a Polícia Rodoviária Federal. Nessa cooperação técnica, foram apreendidos mais de 2 mil quilos de alimentos que estavam sendo transportados de maneira imprópria.

“Esta ação é uma oportunidade para nós, inspetores, de aperfeiçoar as nossas estratégias de atuação, como procedimentos de abordagem, fiscalização e adoção de medidas legais”, informou a inspetora da Vigilância Sanitária, Priscila Santos Pinto.

O inspetor da Vigilância Sanitária Carlos Antônio Menezes também avaliou a ação. “Este trabalho conjunto possibilitou um avanço muito significativo no objetivo da vigilância sanitária, que é a defesa da saúde pública. É um vínculo importante, pois a Vigilância Sanitária poderá contribuir com o trabalho da PRF, respaldando, orientando e intervindo quando necessário”, acrescentou Antônio.

A Vigilância Sanitária e Ambiental é uma área da Saúde Coletiva que desenvolve diversas ações, como inspeção em estabelecimentos sujeitos à ela; análise de projetos básicos de arquitetura; atendimento à denúncia; licenciamento sanitário de estabelecimentos; avaliação dos PGRSS das Unidades de Saúde privadas e públicas do município.