Mães e bebês no Dia “D” na Unidade de Saúde da Família de São Sebastião, na zona rural

É também na porta de entrada dos serviços de saúde do SUS que, durante o decorrer desta semana, os profissionais se voltam para o cuidado com a saúde do bebê: na atenção básica. Na programação da Semana do Bebê, as equipes da unidades de saúde realizaram os dias “D” intensificando as ações destinadas à primeira infância e aos seus cuidadores.

É nos primeiros seis anos de vida que a criança desenvolve grande parte do potencial mental que terá quando adulto. Dessa forma, essa fase é uma janela de oportunidade para os serviços de saúde oportunizarem um desenvolvimento saudável das crianças. Algumas unidades da zona urbana e rural deram prioridade nas agendas para realizar um dia de mobilização, oferecendo serviços e atividades como atualização de caderneta de vacinação, avaliação odontológica, avaliação antropométrica, práticas corporais e orientações educativas para os responsáveis relacionadas à prevenção de acidentes, vigilância do crescimento e desenvolvimento, saúde bucal, sinais de perigo, nutrição, aleitamento materno e introdução alimentar.

A equipe do Centro de Saúde Hugo de Castro, no bairro Guarani, promoveu o dia “D” na Creche Municipal Padre Benedito Soares, que fica logo ao lado do serviço. Na primeira hora da manhã, aproveitaram para reunir alguns pais que deixam os filhos na Creche para realizar uma ação educativa. Jaíne Araújo foi uma das mães que estiveram presentes na ação e aproveitou para levar a caderneta de vacinação do filho de três anos para fazer a atualização.”Eu achei essa atividade aqui na creche muito importante, porque as vezes a gente fica na dúvida de como ter o cuidado com a alimentação do filho, por exemplo, que acaba errando um pouquinho. Mas em oportunidades assim sempre aprendemos mais. Eu gosto bastante”, conta.

A coordenadora da área técnica de Saúde da Criança, Gislany Silveira, conta que também foram realizadas ações voltadas às gestantes, em parceria com a Fundação de Saúde de Vitória da Conquista (FSVC), por considerar que a saúde da criança começa ainda na gestação. “A Diretoria da Atenção Básica, reconhecendo o seu papel estratégico de orientadora do cuidado, compartilhou esse compromisso e intensificou as ações voltadas às crianças de zero a seis anos e suas famílias durante todo o decorrer da semana. Todos os profissionais se uniram pra realizar essas ações nesses dias ‘D’ e algumas unidades, inclusive, fizeram parcerias com as Secretarias de Educação e Desenvolvimento Social”, ressalta Gislany.