Unidade de Saúde da Família Pradoso

A Semana do Bebê está mobilizando também as unidades de saúde da zona urbana e rural do município, que estão envolvidas em diversas ações de cuidado, com intensificação da rotina de consultas médicas e de enfermagem, vacinação, atendimentos de saúde bucal, atividades educativas, dentre outros serviços.

Essas ações são feitas em parceria com a equipe do eMulti e das Secretarias de Desenvolvimento Social e Educação, por meio de dias D nas escolas, nos CRAS de cada território ou na própria unidade de saúde. “São oportunidades que os cuidadores, responsáveis, pais e mães têm de participar dessas ações e levarem também as crianças, porque são áreas transversais”, ressaltou a coordenadora da área técnica de Saúde da Criança, do Adolescente e da Mulher na Atenção Básica, Gislany Fontes.

Gislany Fontes

Na Atenção Básica, que é porta de entrada para a assistência no Sistema Único de Saúde (SMS), o cuidado com a primeira infância é iniciado ainda no pré-natal e, após o nascimento, o acompanhamento continua com consultas de crescimento e desenvolvimento, além de todos os procedimentos necessários, como vacinação, suplementação, consultas odontológicas, exames e, caso seja necessário, o encaminhamento para a atenção especializada da rede.

Além das ações voltadas para a comunidade, a Semana do Bebê também contou com uma oficina de atualização para todos os enfermeiros das unidades de saúde, no auditório da Faculdade Santo Agostinho (Fasa), abordando diversos temas, com o objetivo de promover a educação permanente com foco na puericultura, que consiste em um acompanhamento qualificado e periódico do desenvolvimento da criança.

Oficina com enfermeiros da Atenção Básica

“A Semana do Bebê é um momento que a gente reforça a importância da atenção integral e desse acompanhamento na primeira infância, porque isso impacta na vida adulta. Tudo isso é fundamental para garantir que a criança alcance as demais fases da vida de forma saudável”, complementou Gislany.