De acordo com o tribunal, o novo modelo de gestão do Hospital Esaú Matos e do Laboratório Central estimulará o melhor desempenho dos serviços e cuidado com a saúde da população

O Tribunal de Justiça do Estado da Bahia aprovou, por unanimidade – 32 votos a zero – o funcionamento da Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista (FSVC), responsável por administrar o Hospital Esaú Matos e o Laboratório Central do Município.

De acordo com o tribunal, “a decisão visou o interesse público de proporcionar o pleno funcionamento de um hospital que, administrado por uma Fundação, suprirá as suas deficiências, com a contratação de novos médicos e maior número de profissionais, o que, indubitavelmente, estimulará o melhor desempenho e cuidado com a saúde dos que o procuram”.

A criação da Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista foi autorizada pela Lei Municipal nº 1.785/2011. Em cerimônia realizada no último dia 2 de janeiro, a Prefeitura Municipal oficializou a instalação da fundação. O novo modelo de gestão visa acentuar o desempenho e a qualidade dos serviços que são oferecidos no Esaú Matos e no Laboratório Central.

Confira aqui o acórdão do Tribunal de Justiça da Bahia.

100% SUS– Com a Fundação Pública de Saúde, a unidade hospitalar e o Laboratório Central continuam oferecendo atendimento totalmente gratuito ao cidadão e funcionando em consonância com todos os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS).

Martília Taisa de Oliveira

Os usuários que estão sendo atendidos no Esaú Matos comprovam essa realidade. É o caso da operadora de caixa, Martília Taisa de Oliveira, que sabe bem da importância dos serviços gratuitos ofertados no hospital. Graças à UTI Neonatal da unidade ela pôde ver seu filho, que nasceu com problemas respiratórios, se recuperando com rapidez. “O estado dele era muito grave, mas depois que chegou aqui já melhorou 80%”, informou. A UTI Neonatal do Hospital Esaú Matos é a única da Bahia mantida por uma Prefeitura. “Com certeza tive mais segurança com uma UTI aqui. Só de não ter que transferir meu filho para fora, já foi muito bom para gente”, declarou.

Laudis Oliveira dos Santos

A expectativa de uma maior eficiência na prestação dos serviços é grande entre a população. “A gente espera sempre melhoras. Espero atendimento mais rápido, mais médicos e mais enfermeiras”, conta a agricultora Laudis Oliveira dos Santos, que saiu do município de Caetanos em busca de atendimento.