Os reservatórios de médio porte serão construídos nos povoados de Poço do Gato e Capoeira Grande

A construção de barragens é uma preocupação do Governo Municipal desde 1997

A política de construção de reservatórios continua sendo priorizada pelo Governo Municipal, a fim de possibilitar um maior acúmulo de água em Vitória da Conquista. Honrando mais uma vez esse compromisso que foi firmado com a população desde 1997, na manhã desta quarta-feira, 23, foi assinado um termo de servidão administrativa para a construção de duas barragens de médio porte nos povoados de Poço do Gato e Capoeira Grande, localizados no distrito de Bate Pé.

O termo foi assinado pelo prefeito Guilherme Menezes e pela aposentada Vitória Dias da Silva, moradora do povoado de Poço do Gato, e pelo lavrador Ramiro José da Silva, morador do povoado de Capoeira Grande. Os dois agricultores cederam os terrenos para a construção dos reservatórios. “A construção de barragens é uma preocupação do Governo Municipal desde 1997 com o objetivo de minimizar os problemas de falta d’água do município. De lá para cá, construímos grandes reservatórios e sempre dialogando com a população”, declarou o prefeito Guilherme Menezes.

As construções das duas barragens beneficiarão cerca de 60 famílias

O termo de servidão contém um teor que deixa claro o caráter coletivo da obra que será construída. Assim, com a assinatura do documento, tanto dona Vitória quanto o senhor Ramiro reconhecem que, embora as barragens estejam situadas dentro de suas propriedades, elas pertencerão a toda a comunidade local.

Odir Freire

“A construção dessas duas barragens já estava na nossa programação e agora chegou o momento das comunidades estarem aqui presentes com o prefeito assinando o termo de servidão administrativa que garante que o bem, ou seja, a terra, continua dos proprietários, mas as barragens são de toda comunidade para que ela possa usar a água da melhor forma possível”, reiterou o secretário municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Odir Freire. O gestor informou ainda que os estudos topográficos já foram realizados e que, com a assinatura do termo de servidão, o próximo passo será o início das obras.

Ramiro José da Silva durante a assinatura do termo de servidão

Expectativa – A construção dos reservatórios beneficiará cerca de 60 famílias, 30 em Poço do Gato e 30 em Capoeira Grande. “Estou feliz demais com a construção dessa barragem. Agora, com fé em Deus, vamos ter grandes melhorias, pois lá é muito seco. Não vejo a hora de ver a barragem cheia”, contou dona Vitória.

Vitória Dias

“Era uma obra que a gente aguardava e que vai ajudar toda comunidade local”, reforçou o senhor Ramiro. Ambos revelaram ainda que não veem a hora de ver os profissionais da Prefeitura trabalhando nos terrenos para a construção do equipamento coletivo.

Ações permanentes – Somente em 2013, a Prefeitura construiu 11 barragens de médio porte na zona rural. Neste ano, fortalecendo ainda mais a essa política de construção de reservatórios, a Prefeitura prosseguiu com a construção de mais quatro barragens na região do distrito de José Gonçalves. Elas ficam localizadas nas comunidades de Gameleira II, Baixa Grande, Serra da Bela Vista e Boqueirão. Em Gameleira II, a população já desfruta dos benefícios do acúmulo de água. Em Baixa Grande e Serra da Bela Vista, os reservatórios serão entregues em breve. Já em Boqueirão, as obras estão em processo de finalização.