O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) acatou nessa quinta-feira, 22, o pedido de reconsideração relativo às contas da Prefeitura de Vitória da Conquista, referentes ao exercício de 2012. As contas foram aprovadas com ressalvas, somente porque o Tribunal solicitou que a Prefeitura concedesse mais informações a respeito do motivo apontado para a rejeição: a abertura de créditos adicionais suplementares sem a existência dos recursos correspondentes.

Mais uma vez, o Município comprovou que atuou de forma regular, cumprindo todas as etapas necessárias para contratação das operações de crédito e abertura de créditos suplementares, não podendo lhe ser imputada a responsabilidade pelo atraso da instituição bancária na liberação dos recursos financeiros.