José Ronaldo (último à dir.), Rodrigo (3º a partir da dir.) e colegas da Smed com parte dos kits de lanche entregues aos estudantes

Enquanto milhares de pessoas participam das atividades disponibilizadas nos diversos espaços que formam a estrutura do 1º Festival de Educação e Cultura de Vitória da Conquista (Festeccon), que acontece desde quarta-feira (9), no Centro Cultural Glauber Rocha, um contingente de trabalhadores trabalham para garantir que tudo transcorra em harmonia e sem percalços. Eles estão na linha de frente, na organização do evento ou nos bastidores, pouco visíveis, para garantir que nada falte.

A equipe é bem heterogênea e inclui servidores de, praticamente, todos os setores do Governo Municipal. As secretarias municipais de Educação (Smed) e de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sectel) se juntaram no planejamento e na organização do evento. Nas etapas de configuração e de montagem da estrutura, houve a participação das outras secretarias, promovendo uma verdadeira força-tarefa para pôr em prática a ideia do evento. “Todas as secretarias estão envolvidas no trabalho de realização do evento”, garante o coordenador municipal de Cultura, Alecxandre Magno.

Isso é perceptível nas ações mais corriqueiras da logística do evento. Por exemplo, quando alguém se dá conta de que alguns dos 33 galões de água, espalhados por 14 pontos, estão se esvaziando. A estratégia, então, desenvolve-se com rapidez: imediatamente, a equipe da Coordenação Municipal de Alimentação Escolar, setor vinculado à Smed, aciona os servidores responsáveis por retirar os galões vazios, levá-los até a empresa prestadora de serviços e retornar ao local com vasilhames cheios.

“Esvaziou, a gente vai repondo. E são vasilhames lacrados, com selo, tudo certinho”, assegura Rodrigo Gigante, coordenador municipal de Alimentação Escolar. O mesmo setor se responsabiliza pelo fornecimento de lanches a estudantes e professores que participam do Festeccon. A cada turno, quase mil kits com sucos e bolachas são distribuídos entre os estudantes que chegam ao Centro Cultural Glauber Rocha.

Até o próximo sábado (12), último dia do Festeccon, terão sido distribuídos aproximadamente 8 mil kits. Para os servidores que trabalham no evento, entre profissionais responsáveis por limpeza e segurança, estão sendo fornecidas 120 marmitas por dia. “Muitos alunos merendam aqui, ao invés de merendar em casa. E quem está trabalhando também precisa se alimentar bem”, explica Gigante.

Maquete simboliza os materiais fornecidos pela Coordenação de Administração Escolar

O responsável por coordenar a distribuição e a entrega dos kits de lanche, José Ronaldo Xavier, diz se sentir gratificado por desempenhar essa função. “É uma equipe que executa esse trabalho. Num primeiro momento, é cansativo, porque várias escolas chegam ao mesmo tempo. Mas é um trabalho tranquilo e gratificante”, garante José Ronaldo, que trabalha no serviço público municipal há 21 anos, sendo 13 deles na Coordenação de Alimentação Escolar.

Logística e limpeza se complementam

Já a Coordenação Municipal de Administração Escolar, setor que fornece parte dos materiais utilizados na montagem dos espaços que compõem a estrutura montada no Centro Cultural Glauber Rocha, mobiliza mais de 30 trabalhadores diretamente envolvidos na realização do evento, entre pessoal de apoio, vigilantes, marceneiros, carregadores, motoristas e a equipe do almoxarifado.

Essa equipe começou a trabalhar bem antes da noite de abertura do Festeccon. “Foram mais ou menos 45 dias de trabalho, diretamente ligados à produção de material e trabalhando para que este evento acontecesse da melhor forma possível”, afirma Nélia Rocha, coordenadora responsável pelo setor.

Área do evento é limpa três vezes por dia

A limpeza geral do espaço é de responsabilidade da Secretaria de Serviços Públicos (Sesep), que envia três equipes por dia, cada uma tendo entre 12 e 15 servidores, responsáveis pela varrição do pátio e pela limpeza dos sanitários, além do recolhimento dos resíduos depositados nos recipientes de coleta de lixo. “Até pelo tamanho do evento, precisamos estar sempre dando toda a manutenção para que fique sempre limpo e agradável para o público”, observa Joelson Moreira, auxiliar do secretário municipal de Serviços Públicos, Kairan Rocha. Além disso, também a Coordenação Municipal de Iluminação atuou nas instalações elétricas do evento.

Samu 192 presente

Durante todos os dias do evento, integrantes da equipe do Samu 192 se revezam no atendimento ao público do Festeccon. Eles chegam ao evento às 8h e só saem depois das 21h. Em regra, são dois servidores e uma ambulância tipo A, que oferece todo o suporte básico necessário em situações de emergência. No veículo, a equipe dispõe de aparato para aferir pressão e glicemia, batimentos cardíacos, saturação (nível de oxigênio no corpo), etc.

Sirlando e Gisele, do Samu 192, à frente da ambulância tipo A. Eles entram no Festeccon às 8h e saem às 21h

“Caso aconteça uma eventualidade, algo mais grave como uma parada cardíaca, um AVC ou um infarto, nós temos todo o suporte nesta ambulância para iniciar o protocolo de reanimação. E também para solicitar um suporte maior, pois o pessoal está sabendo que estamos aqui durante o dia, até a noite, para poder dar o apoio para a gente”, explica Gisele Menezes, técnica de enfermagem e socorrista.

Ontem (10), Gisele trabalhou ao lado do condutor-socorrista Sirlando Nunes. Até o início da tarde, a dupla já havia feito 15 atendimentos, entre aferição de pressão, orientação sobre cuidados básicos, verificação de sinais vitais e até curativos. “É um evento com um número elevado de pessoas, e também com muitas crianças. Por isso, é de suma importância que tenha um suporte de urgência e emergência no local”, informa a técnica de enfermagem.

Segurança garantida pela Guarda Municipal

Integrantes da Guarda Municipal se revezam para garantir a segurança do público no Centro Cultural Glauber Rocha

A segurança no Festeccon é garantida pela Guarda Municipal, que se reveza em grupos de 30 guardas por dia. Há uma viatura fixa, na parte interna do Centro Cultural Glauber Rocha, e outra volante, que circula também pelas ruas do entorno. “Aqui, nossa atribuição é passar segurança para a população. Trabalhamos diariamente, de quarta a sábado”, diz o inspetor regional da Guarda Municipal, Fábio Paes.