Os festejos juninos dos serviços de saúde mental estão a todo vapor. A festa começou com o CAPS II que, na última quarta-feira (20), realizou na Praça 9 de novembro uma atividade pioneira em conjunto com as atividades do Arraiá da Conquista 2018. O Arraiá do CAPS II contou com apresentação da quadrilha junina, comidas típicas e tudo que pede uma boa festa de São João.

Para a coordenadora municipal de Saúde Mental, Thayse Fernandes, a festa foi um show de alegria, cores e emoção. Além disso, ela ressaltou a importância da realização da festa em um espaço público: “Foi um momento de extrema relevância, pois propiciou aos usuários do serviço a vivência de inserção social e empoderamento”.


Mas os festejos juninos da Saúde mental não pararam por aí. Nesta quinta-feira (21), foi a vez do CAPS AD III, que ofereceu um rico café da manhã junino realizado na sede do serviço, com direito a forró ao vivo com sanfona, triângulo e zabumba. Houve, também, degustação de comidas típicas, sarau, leitura de cordel, apresentações individuais livres e quadrilha. Segundo Thayse Fernandes, “o momento também serviu de reflexão para salientar que é possível se divertir, descontrair e se alegrar de maneira saudável promovendo não apenas a saúde física mas, sobretudo, a saúde mental, sem necessitar do uso de substâncias psicoativas (SPA), álcool e outras drogas”.


E teve mais festa. Durante a tarde quem comemorou o São João em grande estilo foi o CAPS IA, com uma animada festa junina para as crianças, adolescentes e familiares. O Arraiá do CAPS IA contou com muitas brincadeiras típicas como pescaria, pipoco de bexiga, pontaria na cesta, “Acerte o Burro” e, é claro, muita comida gostosa e muito forró.

O Ambulatório de Saúde Mental não poderia ficar de fora das celebrações. A equipe do serviço, que iniciou os atendimentos no último dia 12 de junho, organizou uma bela mesa junina com biscoitos, mungunzá, bolos, chá, chocolate quente e amendoim cozido. Tudo isso para receber os pacientes atendidos durante todo o dia.


Com muita empolgação, a diretora da Atenção Programada e Especializada, Silvana Hohlenwerger Galdino Dias, também celebrou os festejos juninos dos serviços de saúde mental do município: “Ver os pacientes que carregam em si o sofrimento psíquico tendo acesso a cultura, festejando, dançando, interagindo junto com familiares e amigos é a maior recompensa”.