A versão final do documento foi apresentada pelo secretário Michael Farias

O planejamento estratégico é uma ferramenta fundamental para gestão das ações de setores públicos e privados e a partir dele que os gestores traçam caminhos para o enfrentamento e a realização de demandas previstas, mas também para situações emergenciais como a ocorrida em Vitória da Conquista, entre dezembro do ano passado e janeiro.

Neste sentido, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), conclui o seu planejamento estratégico para atendimento da população conquistense. A apresentação da versão final foi apresentada hoje (20), no auditório da Rede de Atenção e Defesa da Criança e do Adolescente, com a participação de sua equipe gestora (diretores, coordenadores, gerentes e assessores e).

O documento foi construído em três etapas, sendo a primeira a coleta de dados de tudo que a Semdes produziu em 2021; a segunda foi a aplicação de questionário para avaliar as fragilidades e potencialidades de todas as políticas que estão inseridas na gestão da secretaria e, no terceiro momento, foi realizado encontro presencial com todos os gestores para dialogar sobre a necessidade de ampliação das ações da Semdes, frente aos desafios que Vitória da Conquista vive no cenário atual.

“Tudo isso é fruto do direcionamento dado pela prefeita Sheila Lemos, no sentindo de garantir que as secretarias estejam planejando suas ações e criando novas estratégias que possam atender melhor a população. O dia de hoje, foi importante porque estamos validando tudo aquilo que será realizado ao longo de 2022 e a parte daí, as diretorias e as coordenações construírão seus planos de ações, para podermos materializar cada uma das diretrizes estruturantes contidas no planejamento geral”, explicou o secretário da Semdes, Michael Farias.

O secretário também lembrou dos desafios impostos à Semdes em 2022 para construção de seu planejamento, devido à emergência ocasionada pelas chuvas de dezembro e janeiro e também por conta da restruturação do organograma da secretaria que ganhou mais setores, como a Coordenação de Gestão do SUAS, o que demandou mais tempo de elaboração do plano.