Entre os dias 4 e 5 de julho, a Secretaria Municipal de Educação (Smed), por meio da Coordenação da Alimentação Escolar, está promovendo a segunda capacitação do ano para os manipuladores de alimentos da rede. Divididas em três turmas, para facilitar o trabalho de formação, o evento está acontecendo no auditório da Unex (antiga FTC).

O coordenador Rodrigo Gigante explicou que os trabalhos são divididos em três partes: a primeira com a psicóloga Adriana Bastos, com o trabalho emocional abordando a carga de trabalho, serviço repetitivo, dificuldades emocionais. Na segunda parte também participam os estagiários da alimentação escolar e os da Ufba. “Nós mostramos as visitas e indicamos as melhorias que devem ser feitas quanto ao preparo, armazenamento e a gestão do depósito, uso do EPI. Só se corrige conversando”. Ao final, uma palestra com conteúdo nutricional para uma vida saudável.

A psicóloga Adriana Bastos trabalha nesta formação com a valorização do ‘Eu’. “Quanto é importante o amor próprio, o autorrespeito, cuidar da autoestima. Como fazemos esse papel no dia a dia da nossa vida para que elas possam, não só como profissionais, mas na vida pessoal desenvolver o autoamor, o autocuidado e assim transbordar aquilo que há de melhor dentro delas”.

A última palestra foi com a nutricionista Aldeni de Jesus Moreira, com o tema “O papel da manipuladora como educadora”. Ela esclareceu que de um modo geral, todos nós somos educadores sociais. “Não só os professores em sala de aula com os assuntos didáticos, mas no nosso dia a dia, de acordo com as nossas ações, atividades, nós também somos educadores. E com o manipulador não é diferente. Ele desempenha um papel fundamental dentro da escola, ofertando uma alimentação saudável para os alunos, incutindo neles hábitos alimentares saudáveis. Estes alunos futuramente podem levar para suas famílias e assim formaremos uma rede de educadores na questão da alimentação saudável”, disse.