A Secretaria Municipal de Saúde retomou as Salas de Situação. Até a próxima quarta-feira, 19, as equipes de Saúde da Família de Vitória da Conquista estarão participando das oficinas que tem como objetivo promover a avaliação dos indicadores de saúde do município. Os encontros acontecem pela manhã e à tarde no pólo da UAB – Universidade Aberta do Brasil.

A coordenadora das Salas de Situação, Tattiany Silveira de Queiroz, explica como funcionam as oficinas: “A gente se reúne com representantes das equipes, calcula os indicadores junto com eles e, posteriormente, eles vão discutir com suas equipes os resultados alcançados e programar as ações que serão desenvolvidas”.

A primeira oficina reuniu oito equipes da zona rural de Vitória da Conquista. Até a semana que vem, todas as equipes da zona urbana participarão dos encontros, com a novidade que, este ano, o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) está participando das Salas, apresentando os resultados dos trabalhos que desenvolve. Com isso, a coordenação espera aumentar ainda mais a eficácia das discussões e os bons resultados das estratégias que serão traçadas.

De acordo com Tattiany, o último encontro foi no ano passado e, agora, estão sendo retomados em um novo formato. “Estamos levando em consideração a informações do SISAB, que é o novo Sistema de Informação para a Atenção Básica”, informou Tattiany. O SISAB é o sistema vigente para fins de financiamento e de adesão aos programas e estratégias da Política Nacional de Atenção Básica. Ele substituiu o Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB) e integra a estratégia do Departamento de Atenção Básica (DAB/SAS/MS), denominada e-SUS Atenção Básica (e-SUS AB), que propõe o incremento da gestão da informação, a automação dos processos, a melhoria das condições de infraestrutura e a melhoria dos processos de trabalho.