Reunião no Deserg

Para discutir a possibilidade de uma parceira para implantação da prática de artes marciais para os alunos da rede municipal de ensino, p secretário municipal de Educação, Edgard Larry, se reuniu ontem (30), com os irmãos Antônio Rodrigo Nogueira, Minotauro, e Antônio Rogério Nogueira, Minotouro, no Departamento de Equipamento e Serviços Gerais (Deserg), onde está instalada a força-tarefa de enfrentamento dos efeitos das chuvas.

De acordo com Minotauro, trata-se da metodologia do Instituto Irmãos Nogueira, implantada há mais de 12 anos nos projetos sociais no Rio de Janeiro. “É nosso projeto de unir a educação junto ao esporte. É um dos únicos projetos aprovados pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Trouxemos ao secretário Edgard Larry toda a parte de metodologia. A secretaria gostou e visitamos algumas escolas aqui no município”, destacando a estrutura encontrada no Centro Municipal de Educação Professor Paulo Freire (Caic). Para ele, a união educação e esporte é o melhor meio de livrar os jovens das drogas e do alcoolismo.

Minotauro acrescenta que este o projeto começa no próximo ano letivo em Maceió (AL) e Várzea Grande (MT). Nas duas cidades serão atendidas um total de 30 mil crianças. “Acreditamos muito nos benefícios das artes marciais: disciplina, concentração, a auto estima que é muito importante, e foco. Seguimos um projeto que acontece nos Emirados Árabes pela Palm Sports onde treinam 300 mil crianças. Seguimos este tipo de metodologia. Lá deu resultado, e acreditamos que vai dar aqui também”.

Para o secretário Edgard Larry, esta parceria com o projeto dos Irmãos vai trazer a possibilidade de inserir os jovens numa educação desportiva que possa alcançar todos nessa formação e revelar os grandes talentos que nós temos, de crianças, de jovens, de adolescentes, contribuindo para uma formação que vai além da sala de aula. “Nós temos certeza que este projeto trará grandes benefícios para a rede municipal de ensino de Vitória da Conquista”. No momento a proposta é começar por escolas da área urbana e posteriormente atingir também as escolas da zona rural.

Sobre a viabilidade, Edgard Larry esclarece que o projeto dos irmãos Nogueira vem amparado por recursos da Caixa Econômica Federal (CEF), mas a Secretaria Municipal de Educação (Smed) também entrará com a contrapartida. “Então nós estamos analisando a forma de viabilizar esta contrapartida, porque a contribuição tem que ser de todos os lados. Acreditamos que sim, é possível. Iniciaremos com um projeto piloto de forma gradual, cuidadosa, justamente para que possamos sentir a importância do projeto e o alcance dele, para então fazermos esta tratativa de forma muito mais ampliada no nosso município de Vitória da Conquista”.