A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) tem levado mais assistência aos pacientes com doenças crônicas atendidos nas unidades de saúde, por meio de uma ação integrada das diretorias de Vigilância em Saúde e Atenção Básica, em parceria com o curso de Farmácia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), com o projeto Farmácia-Escola.

As equipes de saúde têm agendado momentos com os portadores de Diabetes e Hipertensão nas próprias unidades de saúde, quando são feitos atendimento como aferição de pressão arterial e glicemia e o teste de hemoglobina glicada, que é o padrão ouro para o monitoramento da diabetes.

Feita de forma contínua, a ação foi iniciada no mês de julho e já atendeu mais de 700 pacientes em 11 unidades. “A equipe da unidade, juntamente com a coordenação de Assistência Farmacêutica, faz o agendamento, os agentes de saúde convidam os pacientes e tudo é feito no mesmo dia. Isso melhora muito a estratégia de controle da hipertensão e da diabetes no nosso município”, esclarece Pablo Maciel, farmacêutico e coordenador da Farmácia da Família.

Pablo Maciel explica que o exame de hemoglobina glicada tem uma diferença dos exames laboratoriais comuns, que é a rapidez do resultado. As máquinas que a Secretaria Municipal de Saúde utiliza dão o resultado em até cinco minutos, o que agiliza muito os cuidados, tendo em vista que todos os pacientes atendidos durante a ação já saem com o resultado e, quando há alguma alteração, são encaminhados para consulta com o médico para fazer as alterações na terapia de medicamentos, quando necessário.

Para ampliar essas ações, a SMS acabou de receber mais três equipamentos com impressora, resultado da parceria com a Ufba, que permitirão a inclusão de mais cinco exames: dosagem de perfil lipídico, que consegue verificar o colesterol total, colesterol HDL (bom), colesterol LDL (ruim), colesterol não-HDL, além dos triglicerídeos.

Além dos exames, são feitas avaliações gerais e os pacientes são orientados em relação ao uso racional e correto dos medicamentos prescritos, bem como outras orientações em relação à promoção e prevenção da saúde, sobretudo com foco nas doenças crônicas como hipertensão, colesterol alto e diabetes.

“A inclusão dessa tecnologia na rede municipal de saúde será extremamente importante, porque o controle da diabetes, da pressão alta e do colesterol vai ajudar também na redução dos eventos cardiovasculares, como infartos, AVC e na melhora, de forma geral, da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas”, finalizou o farmacêutico Pablo Maciel.