Uma equipe de representantes do Governo Municipal reuniu-se nesta terça-feira, 14, no gabinete da Secretaria Municipal de Administração, com representantes da Pastoral Carcerária e com o vice-diretor do Presídio Nilton Gonçalves, Joir Sala. Eles foram recebidos pelo prefeito em exercício, Joás Meira, a procuradora administrativa do Município, Maria Aparecida Falcão e os representantes da Secretaria Municipal de Educação, Márcia Novais, Vilanei Lázaro e Mozart Tanajura.

O objetivo do encontro foi discutir estratégias para aperfeiçoar a oferta de serviços educacionais para pessoas que estão cumprindo pena no Presídio Nilton Gonçalves. O trabalho vem sendo desenvolvido por agentes da Secretaria Municipal de Educação, com suporte de um colégio estadual e dos agentes da Pastoral Carcerária.

A procurado do município Maria Aparecida e o vice-prefeito Joás Meira

“É uma satisfação saber que esse trabalho vem sendo feito com a parceria de instituições sociais e religiosas, como a própria pastoral. Ficamos felizes com a atuação desses profissionais”, comentou o vice-prefeito Joás Meira.

Márcia Novais

Para a funcionária da Secretaria Municipal de Educação, Márcia Novais, que atua como educadora no presídio, a parceria com a Pastoral Carcerária tem sido importante porque esta compreende bem a realidade do espaço. “Hoje, nós temos 120 alunos, quase metade da população carcerária. Eles recebem instrução da alfabetização ao nono ano. Hoje nós temos treze alunos que concluíram o ensino médio e três alunos na faculdade. Nós observamos que a educação tem um poder muito grande e buscamos fazer o trabalho da melhor forma com que eles se tornem pessoas melhores”, afirmou.

A procuradora Maria Aparecida acrescentou que a “educação prisional contribui para dar novas perspectivas para as pessoas que estão internas”.