Camila, Ashley e Flávia estavam ansiosas pelo início das aulas

A felicidade das amigas Camila, Ashley e Flávia em voltar à Escola Municipal Zulema Cotrim e encontrar os colegas, a tia Lilian e os demais funcionários era facilmente percebida. “Eu estava muito, muito ansiosa pra voltar pra escola. Muito mesmo (disse entre risos) porque é ótimo estar aqui aprendendo, com meus amigos”, contou Camila, 8.

“Eu estava contando os dias para vir pra escola. Estava com saudades dos meus colegas, da minha professora. E vim pra aprender mais!”, afirmou Flávia, 8. “Eu também. Estava com muita vontade de voltar. Quero aprender cada dia mais porque quando eu crescer eu quero ser veterinária”, completou Ashley, 8.

Esta quinta-feira (5) marca o início do ano letivo 2020 para aproximadamente 47 mil alunos da Rede Municipal de Ensino. Eles estão sendo recebidos em clima de acolhimento e animação nas 176 unidades escolares, entre escolas e creches das áreas urbana e rural do município, por mais de 2 mil profissionais.

Secretário participou de atividades de volta às aulas em algumas unidades

O secretário municipal de Educação, Esmeraldino Correia, visitou algumas unidades escolares neste retorno e destacou as expectativas da Secretaria. O gestor reafirmou que os núcleos Pedagógico e Administrativo vão continuar trabalhando de forma conjunta e planejada para cumprir o objetivo de educar as crianças.

“E os avanços, como atesta a avaliação do Educar pra Valer, já são perceptíveis, e vamos avançar mais, ao cumprir as metas programadas. Por isso, desejo ânimo, coragem, determinação e muito amor a nossa criançada porque Educar é Conquista”, enfatizou o secretário.

Professora Lilian recebeu alunos com pedagogia do encantamento

Esses sentimentos não vão faltar à professora Lilian Leal, da Escola Zulema Cotrim, neste novo ano letivo. De chapéu ‘maluco’ na cabeça e fantoche nas mãos, ela assegurou: “O ano letivo começa com muito encantamento porque quando a criança é incentivada, valorizada, o aprendizado vem. Espero que seja um ano letivo de muitas bênçãos e resultados positivos”.

É o que espera também o vendedor Rian Martins, pai de Isadora, 5, que matriculou a filha na Escola Municipal Maria Célia Ferraz pelas boas referências que recebeu da unidade. “Achei a escola bastante organizada, a recepção muito boa. Estou satisfeito e espero que continue assim no decorrer do ano. Isadora vai iniciar a alfabetização agora e, se Deus quiser, ela vai aprender bastante”, afirmou.

Isadora foi acompanhada pelos pais e a irmã na volta às aulas

Por isso, a equipe da Maria Célia Ferraz se preocupou em fazer desse primeiro dia de Isadora e dos outros 326 alunos, um momento lúdico e acolhedor. “Hoje não é só o primeiro dia de aula, mas o primeiro de muitos. Então, ele precisava ser diferente, inusitado, alegre e contagiante, e foi, assim como serão todos os outros que teremos nos 200 dias letivos pela frente”, assegurou a diretora da escola, Daniela Costa.