As áreas contempladas vão da formação cultural a moda.

Com objetivo de promover ações que garantam renda emergencial para trabalhadores da cultura e manutenção dos espaços culturais durante a pandemia da Covid-19, o Governo Federal criou a Lei 14.017/20, conhecida como Lei Aldir Blanc.

Em Vitória da Conquista, as propostas culturais beneficiadas pela lei já começaram a ser executadas. Mais de R$ 2 milhões estão sendo destinados para a manutenção de espaços culturais e editais para projetos de formação cultural.

O coordenador municipal de Eventos, George Neri, lembrou que no munícipio 498 propostas vão receber o auxílio financeiro. “Entre as áreas contempladas estão artes visuais, audiovisual, culturas digitais, design, moda, teatro, música, patrimônio material, pensamento e memória, políticas e gestão e formação cultural”, destacou.

Mateus realiza o workshop “Além das seis cordas”

Os profissionais de cultura aprovaram a iniciativa. Um dos contemplados foi o professor de música, Mateus Soares. Para ele, “a Lei Aldir Blanc chega em um momento muito importante para a classe artística, que se encontra impossibilitada de exercer normalmente suas atividades, não só como uma forma de reconhecimento da importância desses trabalhadores na cultura, mas também com um grande incentivo financeiro”, disse.

Segundo o secretário municipal de Cultura, Adriano Gama, “acompanhar de perto a execução dessas propostas é uma forma de prestar contas à população e ao Governo Federal, além de valorizar o trabalho da classe artística que vêm sendo afetado desde o mês de março do ano passado em virtude da pandemia”.

Para conhecer e participar dos projetos culturais beneficiados pela Lei Aldir Blanc em Vitória da Conquista acesse as redes sociais do Conselho Municipal de Cultura.