Com objetivo de estimular os alunos das escolas municipais a desenvolverem comportamento empreendedor, a Prefeitura de Vitória da Conquista firmou parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para a realização do projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos. O projeto busca a atitude empreendedora por meio de ações inovadoras, criativas e comprometidas com a realidade local.

A implementação do programa, que é pioneiro no município, começou nessa terça-feira, 1º, com a capacitação dos professores que vão atuar nas salas de aulas. O curso vai até a próxima quinta-feira, 3, e conta com a presença de educadores das turmas de Ensino Fundamental I, das escolas municipais Iza Medeiros e Moisés Meira.

Durante a capacitação, estão sendo abordadas as principais questões teóricas e metodológicas do Jovens Empreendedores Primeiros Passos. Além disso, os professores têm oportunidade de conhecer a estrutura e o conteúdo do material didático que será utilizado durante as aulas.

A coordenadora do Núcleo Pedagógico da Secretaria Municipal de Educação, Dilvane Cruz, lembrou que a intenção da Administração Municipal é levar esse projeto para outras escolas da Rede Municipal de Ensino. “Esperamos que outros alunos tenham oportunidade de também crescer com o espírito empreendedor, que é tão importante em nossa sociedade”, completou.

Para o consultor do Sebrae, Jean Marcos Santos, a ideia da instituição é capacitar a criança cada vez mais cedo para o empreendedorismo. “Essa atitude é importante para que, no futuro, essas crianças se tornem adultos aptos a desenvolver o potencial empreendedor”, completou.

Professora da Escola Municipal Moisés Meira, em José Gonçalves, Margarete Lanusse tem expectativas positivas em relação ao projeto. “Acho que essa será mais uma forma de estimular o aluno a explorar o seu próprio potencial”, disse.
A previsão é que a culminância do Jovens Empreendedores Primeiros Passos aconteça no mês de novembro com uma feira do empreendedor. Na ocasião, os alunos participantes do projeto estarão comercializando os produtos confeccionados durante as aulas.