O artista Ivan Cruz traçou a pintura e os alunos, pais e profissionais da escola pintaram

Brincar com as cores estimula o desenvolvimento da criança. O colorido é uma descoberta que faz parte do processo de aprendizagem dentro e fora de sala de aula. Pensando nisso, um projeto de arte e educação foi implantado no Centro Municipal de Educação Infantil do bairro Senhorinha Cairo. A iniciativa deu tão certo que se transformou em tema de artigo científico, apresentado na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).

Nairan Prado Rodrigues desenvolveu o artigo

O tema do artigo é “A Arte na Educação Infantil: Uma reflexão sobre práticas vivenciadas no Centro Municipal de Educação Infantil Senhorinha Cairo”. Foi desenvolvido pela coordenadora do Centro Municipal, Nairan Prado Rodrigues, depois da experiência da instituição. “Comecei a fazer um relato de tudo o que foi trabalhado ao longo desses meses. É uma experiência que dá visibilidade para o município, para o CMEI, então é um trabalho sério que a gente faz com muita dedicação”. O artigo foi apresentado no VII Seminário Nacional e III Seminário Internacional Políticas Públicas, Gestão e Práxis Educacional (Seminário Gepráxis), da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).

Ivan Cruz participou das atividades com as crianças

O projeto é “Releitura de Artes na Educação Infantil: Conhecendo Artistas Brasileiros” e traz mais colorido para as crianças através da arte. As 230 crianças de 2 a 5 anos que são atendidas pelo Centro Educacional participaram das atividades de pintura, colagem, modelagem e confecção de brinquedos. “A ideia do projeto nasce de uma inquietação minha de trazer algo diferente para as crianças, algo que elas pudessem mexer com mais cores e buscar artistas que trabalham com cores fortes”, pontuou a coordenadora.

Romero Brito, Tarsila do Amaral, Vinicius de Moraes e Ivan Cruz foram os artistas trabalhados no projeto. Ivan Cruz esteve no Centro Municipal de Educação Senhorinha Cairo e se envolveu com a produção das crianças. A professora Vanessa Ferraz diz que o projeto é muito bom para os alunos e ressalta a visita do artista, “nossos meninos se interessaram muito por arte nesse momento, tiveram a oportunidade de conhecer o artista. Foi um momento de extremo aprendizado, essa ligação entre a teoria e a prática. Nós queremos repetir o processo”, enfatizou.