No total, 21 instituições receberão doações de leite e feijão

Promover práticas de combate à fome é um dos compromissos da Prefeitura de Vitória da Conquista. Nesse sentido, constantemente, a Gerência de Segurança Alimentar da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), tem realizado entregas de leite e feijão em creches do município, vinculadas diretamente ou via convênios ao Governo Municipal.

Na última semana, foi a vez da Creche Bela Vista, localizada no Bairro Nova Cidade, ser beneficiada. A instituição atende crianças de 2 a 7 anos. Na ocasião, foram entregues 200 litros de leite, do Programa Leite Fome Zero, do Governo Federal, que visa, entre outros, diminuir a insegurança alimentar de crianças de 2 a 7 anos.

As entregas têm sido realizadas desde dezembro de 2012, quando o Governo Municipal recebeu 125 toneladas de leite do Ministério de Desenvolvimento Social (MDS). Somado ao leite está sendo feita a doação de 4 mil e 200kg de feijão repassados pela Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado da Bahia (Sedes).

Ana Rosa, gerente municipal de Segurança Alimentar

No total, serão beneficiadas 21 creches, sendo que 11 já foram assistidas. A doação faz parte da estratégia dos governos Federal e Estadual para o enfrentamento da situação da seca e favorece os municípios que estejam em situação de emergência e mantendo o Programa Leite Fome Zero. Em Conquista, o programa distribui diariamente 2.658 litros de leite nas creches da cidade.

Maria das Graças Pacheco

Combate a Fome – Na ocasião, a gerente municipal de Segurança Alimentar, Ana Rosa dos Santos, destacou: “Essa doação vai permitir a continuidade de uma das ações da política de segurança alimentar do nosso município, que é distribuição de leite para as crianças carentes matriculadas nas creches”, destaca Ana Rosa.

Para a dona de casa, Maria das Graças Pacheco, mãe de dois filhos que frequentam a Creche Bela Vista, a doação chegou em boa hora. “Essa doação ajudará bastante, porque na minha casa moramos eu, meu marido e outros quatros filhos, então o dinheiro que eu gastaria com o leite e feijão agora posso comprar outro alimento para minha família”, disse.

Rosana de Jesus Silva

Segundo outra mãe, a senhora Rosana de Jesus Silva, sem a entrega destes produtos, ela não teria como comprá-los. “Faz muita diferença essa doação, porque eu e meu marido estamos desempregados e esses alimentos, no supermercado, estão caros e nem sempre temos condições de comprar”, afirma.