A Secretaria Municipal de Educação (Smed) realizou, nesta quarta-feira (15), a formação para os professores da rede que atuam no Programa Acelera Conquista, criado em 2019 para atender os alunos que estão com defasagem idade/ano, um atraso de dois anos na sua escolaridade. Eles são atendidos na turma do Programa Acelera, onde recebem toda assistência necessária para desenvolver nos seus estudos e corrigir essa defasagem. A ação aconteceu no Centro de Aperfeiçoamento Profissional (CAP) da Uesb, com a parceria da Aprender Editora realizando uma palestra.

De acordo com a coordenadora do Núcleo Pedagógico da Smed para o Programa Acelera Conquista, Juliana Brito Borges Pinto, o objetivo é proporcionar ao docente a troca de experiências com os colegas, e também estudos, pois é uma formação continuada proposta pela secretaria e pelo programa, voltada exclusivamente para o letramento das crianças que estão com defasagem. “Os professores estarão melhor qualificados para exercer esse trabalho de acelerar o aprendizado do aluno”, afirmou.

O professor e formador educacional da Aprender Editora, Tiago Sousa, apresentou a palestra “Os efeitos e as potencialidades sobre o ensino-aprendizagem em tempos de pandemia: uma reflexão crítica”. Ele explica que “a proposta foi, a partir de situações de produções das professoras Bernadete Gatti e Simone Charczuk e artigos produzidos no ano de 2020 sobre os arranjos educacionais que tem para o pós-pandemia, fazer uma reflexão crítica, relembrar esses momentos que vivenciamos durante a pandemia, não para fazer da formação um muro de lamentações, mas para realizar uma reflexão crítica a ponto de enxergar as potencialidades que nós conseguimos desenvolver durante esse período”.

Para a professora do Programa Acelera Conquista, Juciara Santos Moraes Leite, é muito importante participar das formações. Para ela, além de ampliar o conhecimento faz com que analise melhor seu trabalho em sala de aula. “Os nossos alunos têm uma defasagem em idade/série. Eles têm dificuldade de aprendizagem e esses estudos vêm realmente para nos auxiliar a trabalhar com essas crianças”, concluiu.

Programa Acelera Conquista – constituído de alunos de 9 a 14 anos que em algum momento da sua vida escolar ficaram com atraso apresentando um déficit na aprendizagem. Atualmente são atendidos cerca de 480 alunos, com 27 turmas em 21 escolas da rede. É utilizado um material estruturante, que a prefeitura adquiriu especificamente para trabalhar com esses alunos. São módulos de atividades de classe e de casa voltados para o letramento.