A Secretaria Municipal de Educação (Smed), junto com Editora Soluções Moderna e a Prose7 e projetos e soluções educacionais, realizou nesta terça e quarta-feira (22 e 23), a quarta devolutiva de simulados (Projeto Aprova Brasil), com os professores do 2º e 5º anos, nas disciplinas de português e matemática. A ação está ocorrendo no Centro de Aperfeiçoamento Profissional (CAP) da Uesb.

A coordenadora do programa Aprova Brasil, Ana Sueli, afirmou que o trabalho aplicado no decorrer de 2022 é entusiasmante. “Tem um percentual de engajamento altíssimo dos estudantes. É o resultado de um trabalho Smed e das escolas, que se mobilizam nesse processo de avaliação para que possamos coletar as informações sobre aprendizagem e intervir sobre esses resultados em tempo de melhorar”. Ela ficou feliz com o depoimento dos professores que apontam evolução no aprendizado dos alunos do simulado primeiro ao último simulado aplicado. “Fechamos esse ciclo com resultado muito positivo aqui em Conquista, como o Projeto Aprova Brasil, e com grandes expectativas para o próximo ano que é de avaliação Saeb”.

Sobre a área da língua portuguesa, a professora Gilbene Esquivel acrescentou que a devolutiva realizada é de consolidação. “A ideia de consolidar vem do fato de os professores entenderem que eles aprenderam no processo formativo e que essas aprendizagens reverberam no fazer pedagógico da sala de aula, por isso que estamos começando com uma exposição chamada Colcha de Retalhos Textuais, que é justamente o momento que eles trouxeram as produções de textos dos alunos, a partir do material do Aprova Brasil. Eles vão analisar essas produções nas perspectivas da aquisição da base alfabética, do comportamento escritor das crianças e de todas as questões envolvendo textualidade, organização textual e gêneros textuais. Então, dessa forma, eles vão poder perceber o quanto avançaram no processo de ensino da leitura e da Língua Portuguesa de um modo geral”.

A professora do segundo ano na Escola Municipal José Gomes Novais, Bruna Batista, o projeto foi muito significativo. “É o segundo ano que eu estou trabalhando com esse projeto. Ano passado, com o 5º ano, e atualmente, segundo e quinto. O projeto é maravilhoso e só tem contribuído com as nossas práticas pedagógicas”. Como professora da rede, ela analisa que houve evolução no aprendizado dos alunos. “Com certeza, porque o projeto tem essa preocupação de trabalhar com as etapas e agora na devolutiva final, podemos ver com êxito o resultado desse trabalho durante o ano”.