Durante a reunião, Clodoaldo apresentou as demandas da população em situação de rua

Nesse período de pandemia, decorrente da Covid-19, as Secretarias Municipais de Desenvolvimento Social (Semdes) e de Saúde (SMS) têm oferecido atendimento especial à população em situação de rua. Para fortalecer as ações que já vêm sendo desenvolvidas no município, as secretarias se reuniram com Clodoaldo da Conceição Moreira, representante do Movimento da população em situação de rua, nesta quarta-feira (06) no gabinete da Saúde.

Além do representante do Movimento, a reunião contou com representações do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), da Semdes e da SMS.

“Nosso objetivo com esta reunião foi buscar estratégias de proteção às pessoas em situações vulneráveis nesse período de pandemia para evitar a contaminação por Covid-19 e que esta não se prolifere nesta população em situação de rua. Nesse sentido, a equipe de Consultório na Rua tem o propósito de garantir o cuidado integral dessas pessoas através da inserção na rede de saúde e outros setores” explicou Ramona.

Além de reforçar o atendimento do Consultório da Rua, neste período, a prefeitura implantou dois abrigos provisórios para pessoas em situação de rua, ampliou o atendimento da equipe de Abordagem Social e do Centro Pop Adulto para sábado e domingo e também implantou uma extensão do Centro Pop Adulto na Prefeitura da Zona Oeste.

Para o secretário de Desenvolvimento Social, Michael Farias, “a reunião reforça o compromisso da Prefeitura em priorizar o atendimento a esse público e, além disso, demonstra uma postura de diálogo com esse movimento social que possui uma importância muito grande. Ela materializa nosso respeito pela participação social na construção dessa estratégica política pública”, acrescentou Michael.

Clodoaldo avaliou como positiva a reunião: “as duas secretarias têm ouvido e atendido nossas demandas. A reunião foi muito produtiva e, com isso, ficou garantido o melhor atendimento na área de saúde. Juntos vamos garantir direitos e proteção para as pessoas em situação de rua”.