Michael agradeceu a parceria com a Secretaria de Saúde

Nesta quinta-feira (01) a Secretaria de Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) realizou o quarto e último módulo da Oficina Formativa: Qualificação sobre abordagem aos usuários de crack e outras drogas, com os profissionais que atuam na Proteção Básica e Especial do Município.

Ministrada pela coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial álcool e outras Drogas (Caps AD) III, Aracely Schetine, o curso teve duração de um mês atendendo a uma demanda antiga dos técnicos dos serviços da assistência social. “Nós agradecemos a participação de todos e da facilitadora Aracely. Que a partir daqui nós possamos fortalecer nossas relações intersetoriais, sabendo que proteção social não se faz apenas no campo da política de assistência social, mas em diálogo com as outras secretarias como saúde e educação”, ressaltou o diretor de Assistência Social, Michael Farias.

No módulo de encerramento foram discutidos quatro estudos de caso

“A nossa missão enquanto técnicos de políticas sociais é árdua, por isso precisamos dividir conhecimento, dialogar com os serviços, pois o nosso público é diversificado. Sabemos que, enquanto representantes do governo, precisamos ofertar o melhor atendimento para essas pessoas”, salientou Aracely.

Para o educador social do Centro Pop Adulto Dejair Oliveira o curso foi positivo pois ajudou a desmistificar várias impressões que ele tinha sobre os usuários de drogas, “hoje eu tenho um novo olhar que me ajudará na abordagem das pessoas que usam crack e outras drogas”, destacou Dejair.

A assistente social do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) Central Tainá Alves de Oliveira Peixoto, avaliou como positiva a iniciativa da gestão municipal. “Hoje, por exemplo, tivemos uma oficina prática que nos possibilitou observar o funcionamento de toda rede dentro de um estudo de caso e principalmente saber que quando todos se unem para resolver um caso temos resultados gratificantes”, comentou Tainá.