Foram realizados um total de 128 testes

Os trabalhadores e usuários dos serviços e unidades, que atendem a população em situação de rua em Vitória da Conquista, fizeram o teste rápido para Covid-19, entre os dias 23 de junho e 30 de junho. A ação foi realizada pela Secretaria de Saúde em articulação com a Secretaria de Desenvolvimento Social.

Ao todo, 128 testes foram realizados nos Abrigos Provisórios I, II e III, no Centro Pop Adulto, Centro Pop Criança e Adolescente, no Serviço de Abordagem Social e Consultório na rua. O farmacêutico do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), Marcos Dourado, explica que o teste rápido identifica os anticorpos ativos ou que tiveram contato com o vírus, seu resultado sai em 15 minutos, com laudo liberado logo após o resultado. “Este teste tem um bom resultado porque permite o isolamento das pessoas que estão contaminadas e não estão apresentando sintomas e permite que a vigilância monitore a circulação do vírus e tome as medidas para evitar a sua proliferação”, explicou Marcos.

Testes foram realizados em usuários e trabalhadores

Dos 128 testes, 123 foram negativos e 05 positivos. Destes positivos 03 são usuários e 02 são servidores. Os servidores foram orientados pela Vigilância da Secretaria de Saúde a ficarem em isolamento em suas residências e procurarem o serviço de saúde caso apresentem alguma piora nos sintomas. Já os usuários do serviços, foram encaminhados para o abrigo provisório 3, preparado para receber pacientes sintomáticos, onde há quartos individuais para o devido isolamento.

“Essa ação foi fundamental para a garantia de proteção à saúde dos trabalhadores e usuários e uma forma de garantirmos as condições ideais para o atendimento prioritário deste importante público”, ressaltou o secretário de Desenvolvimento Social, Michael Farias.

O resultado do teste rápido saiu em 15min

Para J.B (59) que está abrigado no Abrigo Provisório I, desde sua abertura em 27 de março de 2020, a experiência tem sido muito importante, pois, além de ter acesso aos serviços ofertados pela unidade, ele ainda conta com atendimento médico, tem acesso gratuito à sua medicação e ao teste rápido para Covid-19. “Aqui está sendo ótimo pra mim. Só saí uma vez, fiquei 17 dias fora e depois voltei porque entendi que aqui é mais seguro do que lá fora, principalmente por conta desse vírus. A equipe que nos atende aqui é muito boa” avaliou J.B .