A Secretaria Municipal de Educação (Smed) iniciou na manhã desta quarta-feira (10), o curso para gestores escolares destinado aos professores efetivos (e que já cumpriram o período de estágio probatório) da Rede Municipal de Ensino que atuam ou desejam atuar como gestores escolares no biênio 2022/2023. Estão participando 383 professores e as aulas estão acontecendo no Centro de Aperfeiçoamento Profissional (CAP) da Uesb e no auditório do Centro Municipal de Atenção Especializada (Cemae).

O secretário da Smed, Edgard Larry, recepcionou a turma do turno vespertino e destacou a importância do cumprimento da legislação que estabelece a necessidade da capacitação para futuros diretores de escola. “O curso decorre da necessidade de cumprimento da Meta 19 do Plano Nacional de Educação, vinculada ao Plano Municipal de Educação”, explicou Larry. Ele também informou que os participantes deverão fazer uma avaliação ao final do curso. “Os futuros novos gestores escolares vão elaborar um plano de ação, para o seu cumprimento a partir do momento que forem eleitos”, disse.

Participante do curso, a professora Tânia Maria Amaral Fernandes, comentou o valor do aprendizado. “Todos os dias nós aprendemos. É uma forma de ajudar a instituição, os nossos colegas, e estar participando, hoje, é um privilégio por poder estar envolvida neste processo. E quanto a ser gestor é um desejo. Acho que todos os professores deveriam passar por todas estas etapas que se tem na rede”.

Tânia Maria Amaral Fernandes

O curso é oferecido pela Secretaria Municipal de Educação (Smed) e terá carga horária de 40 horas. Entre os temas abordados, Gestão de Pessoas e da Administração dos Espaços escolares, Resolução de conflitos, Ética na Educação, Censo Escolar, Busca Ativa, entre outros.