Equipe trabalha na Escola Municipal Cláudio Manoel da Costa

As chuvas fortes trouxeram danos em muitos pontos de Vitória da Conquista durante o mês de fevereiro. De imediato, a Prefeitura Municipal convocou o Comitê de Gerenciamento de Crise, declarando estado de emergência, a fim de buscar o trabalho de setores estratégicos na construção de soluções de curto e médio prazo, visando à segurança da população. Cerca de um mês e meio depois, os resultados são visíveis.

No Estádio Municipal Lomanto Júnior, o trabalho já foi inteiramente executado. “Foram mais de 30 metros de muro que foi derrubado pela água. Então, ali nós fizemos uma recuperação da parte da drenagem, uma alvenaria de um metro de altura em toda a extensão do muro, e mais a execução do muro”, explica o secretário de Infraestrutura Urbana, José Antônio Vieira.

O serviço também foi concluído no Centro Integrado dos Direitos da Criança e do Adolescente. Lá, o problema identificado foi no telhado, onde as equipes de obras da Prefeitura fizeram a recuperação de toda a estrutura de madeira e do forro.

Em outros equipamentos públicos, as obras ainda estão em andamento. Na Escola Municipal Mário Batista, na Urbis I, já foram 80% executadas. Lá, o trabalho consiste em reforma da cobertura, além de recuperação estrutural da alvenaria. No bairro Nova Cidade, a Escola Municipal Juiz Dr. Antônio Hélder Thomáz, por sua vez, está recebendo serviços de recuperação do muro e de fechamento frontal. O estágio da obra está em 15%.

Obra avança na Escola Cláudio Manoel da Costa

Em outros dois equipamentos, a equipe da Secretaria de Infraestrutura está realizando reforma da cobertura, a fim de reparar os danos causados nos telhados pelas fortes chuvas. Na Escola Cláudio Manoel da Costa, no Alto Maron, o serviço está em 20%. Já na Unidade de Acolhimento Adulto, o trabalho já foi 35% executado. Somando todas essas frentes de trabalho, a Prefeitura de Vitória da Conquista investiu mais de R$ 250 mil em obras.

O secretário José Antônio destaca ainda a reparação imediata feita nas localidades mais afetadas pela chuva. “A gente pode citar a recuperação na região do pontilhão, Avenida Luís Eduardo Magalhães, que sofreu bastante, e o no dia seguinte nós já entramos com o serviço de recuperação da pavimentação e meios-fios, e requalificamos dispositivos de drenagem”, relata.

Além disso, também está sendo finalizado o estudo para construção de um novo pontilhão no acesso ao Bairro Boa Vista, que também ficou comprometido. A obra deve ser iniciada ainda neste mês de abril. “É bom ressaltar que vamos fazer um novo pontilhão com a capacidade de trânsito melhorada”, revela o secretário.