Como mais uma ferramenta de transparência na gestão pública, a Prefeitura de Vitória da Conquista instituiu uma Comissão para acompanhamento dos processos e aquisições de bens e serviços no contexto do Estado de Calamidade Pública em decorrência da pandemia da Covid-19. Formado por membros do Governo Municipal, da Câmara de Vereadores e do Conselho Municipal de Saúde, o grupo realizou o seu primeiro encontro na tarde dessa terça-feira (2), em uma plataforma virtual.

“Foi uma exigência do Governo Municipal para que a gente, durante todo o processo da pandemia, mantenha o que normalmente já vínhamos fazendo no exercício das atividades administrativas, que é a transparência em todas as compras municipais, em toda a utilização do recurso federal destinado à Covid-19”, explica o secretário de Administração, Kairan Rocha, que integra a Comissão. “Estamos prezando pela transparência, que inclusive é uma característica do nosso Governo”, completa.

A primeira reunião teve o objetivo de apresentar as aplicações dos recursos oriundos do Governo Federal, de emendas parlamentares e do próprio Tesouro Municipal. O encontro deve se repetir semanalmente, para atualizar a prestação de contas e também discutir os investimentos futuros. Essas informações também estarão disponíveis no endereço: /coronavirus/

O Diretor Administrativo da Secretaria Municipal de Saúde, Diêgo Gomes, explicou alguns pontos discutidos no encontro: “Destacamos os investimentos feitos na contratação da Santa Casa, para os leitos de UTI e de enfermaria, por exemplo; como para o pagamento de profissionais que atuam na Central de Combate à Covid-19. Lembramos que esse plano de aplicação será continuamente atualizado, como vem ocorrendo desde março.”

A Secretária Municipal da Transparência, Milayne Ferraz, o procurador municipal Gustavo Martins e a vereadora Viviane Araújo, membros da Comissão, também participaram do encontro. Além deles, a reunião contou com a presença da Secretária de Saúde, Ramona Cerqueira, de membros do Poder Legislativo e de representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Vitória da Conquista (Sinserv) e do Conselho Tutelar. Na oportunidade, também foi discutida a proposta de pagamento de adicional de insalubridade aos profissionais que atuam nos serviços administrativos dos serviços de saúde.