Gabinete Civil recebeu a visita de dirigentes da AINVIC

Economia, negócios e futuras parcerias institucionais foram os assuntos mais discutidos durante a reunião entre o Governo Municipal e dirigentes da Associação das Indústrias de Vitória da Conquista (AINVIC), na tarde de quarta-feira, 29, no Gabinete Civil. Somados os quadros de funcionários das empresas representas ali, pode-se dizer que, juntos, os sete empresários que participaram do encontro empregam mais de 1.100 pessoas.

A conversa tratou do que o grupo considera importante: tornar o ambiente de negócios na cidade mais atrativo (através da redução da burocracia, por exemplo), tanto para atrair novos empreendedores quanto para incentivar os que já estão instalados a expandir seus empreendimentos. Assim, defendem eles, serão gerados mais renda e mais empregos na região.

Diante do prefeito Herzem Gusmão e dos secretários Cláudio Cardoso (Indústria e Comércio), Esmeraldino Correia (Serviços Públicos) e José Antônio Vieira (Infraestrutura), os industriais falaram sobre os planos da Administração para o setor e da possibilidade de “somar forças” – por exemplo, em ações de infraestrutura na área onde as empresas estão instaladas.

“Eles agora, com o Governo do Estado, fizeram uma parceria no sentido de que a área permanece com o Estado, com a Sudic*. Mas eles farão a gestão, farão o comando. E eles querem estender essa parceria do Governo do Estado também com a Prefeitura. E nós nos colocamos à disposição”, disse o prefeito.

“Entendemos que o Governo do Estado, Prefeitura, precisam amparar aquele espaço. Eles dão uma contribuição de 18% do PIB de Conquista”, disse ainda o gestor. “Conquista é hoje o sexto maior PIB do Estado da Bahia. E a contribuição deles é de 18%. Eles são heróis, com as adversidades, com os problemas, com o esquecimento e com o abandono que eles vivenciavam, não só do Governo do Estado como também do Governo Municipal”, acrescentou.

‘Empreendedores e guerreiros’ – Para o presidente da AINVIC, Cláudio Marinho, a parceria com o poder público municipal poderá render resultados positivos. “Nós sabemos da receptividade do prefeito e de toda a sua equipe. E o objetivo da associação é somar esforços para transformar a nossa região, transformar Conquista numa cidade de referência não só na Bahia, mas no Brasil”, afirmou Marinho.

“A gente tem condições de fazer um bom trabalho, porque Conquista tem empresários envolvidos e comprometidos. Essas indústrias, esse comércio e esse serviço que têm aqui é de formadores de opinião. É de empresários empreendedores e guerreiros”, concluiu.

*Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial, setor ligado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) da Bahia.