Terminaram, na tarde do último sábado (09), as aplicações a Ultra Baixo Volume (UBV) de inseticida com equipamentos acoplados em veículos fumacê. A operação, feita pela Coordenação de Endemias, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), contou com o auxílio de veículos cedidos pelo Governo do Estado para o controle do mosquito Aedes aegypti, transmissor das arboviroses: Dengue, Zika e Chikungunya.

O carro fumacê e os agentes com nebulizadores costais atenderam 13 bairros na zona urbana de Vitória da Conquista, atuaram em 964 quarteirões e 42.634 imóveis, além de 6 localidades da zona rural, que receberam o inseticida, somando o total de 141 ações de bloqueio em área urbana e outras 71 em área rural. Além disso, desde o mês de janeiro, a SMS coletou mais de 73 toneladas de pneus – um dos principais recipientes de reprodução do mosquito – e registrou mais de 600 denúncias, apuradas com a visita dos agentes de endemias.

O coordenador de endemias da SMS, Eliezer Silveira, ressalta que apesar do fim da operação com os veículos fumacê, a coordenação já fez nova solicitação dos carros à Secretaria de Saúde do Estado e vai continuar a atender pedidos e denúncias. “A atividade do carro fumacê, por questões ambientais, possui critérios que não permitem que se estenda ao longo do ano, pois não mata apenas o mosquito da dengue, mas também outros insetos. Ainda assim, mantemos as atividades recebendo as denúncias de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h, através do nosso call center”, explica.

O inseticida expelido pelo fumacê é capaz de matar somente os mosquitos adultos e não as larvas. Dessa forma, a coordenação de endemias alerta sobre a importância de manter os cuidados com a limpeza e de não deixar recipientes em que se possa acumular água, eliminando assim os focos do mosquito. As denúncias ou solicitação de visita dos agentes de endemias, podem ser feitas pelo telefone: (77) 3429-7421