O projeto Palmas para Conquista, mantido pela Secretaria Municipal de Governo (Segov), com apoio técnico da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri), entra em uma nova etapa. Depois de realizar a distribuição de 1.500 toneladas de palma para alimentação de animais, neste período castigado pela seca, o terreno está sendo preparado para o plantio de novas mudas, que serão passadas a agricultores do município. O cultivo da área é realizado por trabalhadores do projeto Começar de Novo, que inclui internos do regime semiaberto do Presídio Nilton Gonçalves, em atividades produtivas externas como fator de remição de pena.

Francisco Carvalho (servidor da Semagri), Geanne Oliveira e Eduardo Castro

De acordo com a secretária Geanne de Cássia Oliveira da Silva, o programa ficou parado em 2020 e este ano não houve distribuição das mudas para plantio, pois em função da seca, o campo estava muito sofrido, sendo necessário um trabalho de recuperação da área. “Com o tratamento que está sendo dado agora, em 2022 será retomado o projeto de formação e de entrega de mudas gratuitamente para cada agricultor do município Vitória Conquista”, explicou a secretária, ressaltando que este ano a produção do projeto foi toda distribuída.

O coordenador de Fomento à Agricultura Familiar da Semagri, Eduardo Castro Barreto Filho, lembra que a palma é um excelente alimento para o animal. embora não seja o único, mas um complemento alimentar. “Ela tem, em média, 95% de água em cada raquete e também é bem proteica. Então, além de você estar dando água para o animal, há a questão da proteína”. Eduardo destaca que a palma distribuída pela Prefeitura de Vitória da Conquista é uma espécie resistente à Cochonilha do Carmim, que pode ser letal para a planta.

Para o agricultor da região do Iguá, Jhonilson Pereira Silva, a distribuição da palma feita pela Prefeitura foi uma bênção. “Para nós foi excelente, porque esse ano a seca foi muito brava. A ração subiu demais de preço e estamos sem condições de comprar. Esse projeto da prefeitura aqui foi excelente para o agricultor”. O também agricultor Gilmar Cirino Prado, da região de Santa Marta, era só alegria ao sair com um caminhão carregado. “Valeu a pena, porque não temos os recursos para comprar o alimento do gado e com essa ajuda aqui, para nós foi uma coisa muito boa. Eu só tenho que agradecer”, afirmou.

Projeto Palmas para Conquista – O projeto Palmas para Conquista foi criado com os princípios da cooperação e da solidariedade. O agricultor, antes de receber as mudas passa por um treinamento, feito pelos engenheiros agrônomos da Semagri, sobre o manejo adequado, o plantio, as informações técnicas seguras. Depois, ele recebe, com o termo de compromisso, a doação de cinco a dez mil mudas.


“Essas mudas que ele recebe tem a obrigação de plantar, conforme o manejo orientado pela Semagri. Um ano depois, ele doa para o próprio projeto essas mudas. Nós não cobramos essa doação, porque vivemos dois anos de intensa seca e pandemia. Então os agricultores beneficiados pelo projeto, foram mais de um milhão de mudas doadas entre 2018 e 2019, ficaram isentos nesse período de fazer essa doação”, concluiu a secretária.