“Antes, aqui era um lixo total. Hoje, a gente tá vendo as máquinas e vai ficar a coisa mais linda!”, afirma Antônio Carlos, conhecido no distrito de São João da Vitória como “Dula”. Ele se refere ao canal de 850 metros de escoamento de água que está sendo construído pela Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, na área do povoado conhecida como Vereda. Em todo o entorno do canal, onde havia acúmulo de lixo e mato alto, foi realizada uma limpeza, dando acesso à passagem para os moradores. “O que vai melhorar? A saúde, em primeiro lugar. Porque onde tem lixo, tem doença”, completa Dula.

Há 15 dias, as máquinas da Secretaria Municipal de Agricultura estão trabalhando no local

O canal vai trazer uma série de melhorias para os moradores da região. Antes, quando chovia, a água ficava acumulada em grandes poças, servindo de focos para o mosquito da dengue. “E quando vem sobra de água de enchente de Belo Campo ou Tremedal, desce tudo aqui. E não tinha escoamento”, ressalta o secretário de Agricultura, Gilmar Ferraz, que visitou a obra na tarde dessa quarta-feira (16), dimensionando o tamanho do problema.

Agora, essa água será toda direcionada ao canal, que terá dois sistemas de captação, escoando-a até uma bacia. “Vamos soltar peixes, para que a comunidade possa utilizar esse lago de captação”, conta o secretário. Ainda de acordo com ele, o serviço deve ser finalizado nos próximos 15 dias. Mas os moradores já podem aguardar outra novidade: a área que servia para acúmulo de entulho irá se transformar em uma praça. O projeto já está pronto.

Seu Taozinho e Renilson moram próximos ao canal e estão comemorando as mudanças trazidas pela obra

A obra ainda está na metade e Renilson Ferreira já está em festa. Ele diz que passava por muitos transtornos em época de chuva. “A água mesmo ia no fundo da minha casa, e agora ela já não vai mais, porque ela acumula aqui no meio”, diz, apontando para a cavidade do canal. “Aqui vai melhorar tudo, até pros animais beberem água”, acrescenta Renilson.

Quem também mora no entorno a obra e está feliz com ela é Otalentini Santos, o “Seu Taozinho”. Ele descreve como era a região antes da limpeza: “Esquisito. Isso aqui tava jogado.” Agora, as expectativas são boas: “O serviço tá muito bom, todo mundo aqui tá gostando.”

O comerciante Edcarlos diz que, antes da limpeza, era impossível transitar pela área

Edcarlos Sousa, comerciante da redondeza, também enumera as diferenças entre o antes e o depois da mudança: “Até animais que morriam estavam sendo jogados aí, e com a limpeza vai melhorar bastante. Era bem desagradável, mas ficou bem melhor. Era bem perigoso, tava criando mato. Era um pedido antigo que veio ser resolvido agora.”