Com objetivo de ampliar as ações em benefício das pessoas que vivem em situação de rua, a Prefeitura Municipal está estendendo a parceria com a Casa do Andarilho, instituição social ligada ao Projeto Cristo Liberta. Para isso, representantes de alguns serviços da Secretaria de Desenvolvimento Social realizaram, nesta terça-feira, 5, uma reunião com responsáveis pela casa.

Na ocasião, a coordenadora da Proteção Social Especial da Secretaria de Desenvolvimento Social, Vanessa Severino, informou que a equipe do Serviço de Abordagem Social, que já atua até às 19h, ampliará o horário de atendimento. “Estaremos até as 21h encaminhando as pessoas em situação de rua para os serviços da rede de atenção e programas sociais que atendam as suas necessidades no momento”.

A gerente do Serviço de Abordagem Social, Kadija Andrade, ressaltou que as ações para restabelecimento de vínculos familiares dessas pessoas são realizadas durante todo o ano. “Procuramos de todas as formas estabelecer a dignidade dessas pessoas, mas infelizmente muitas querem permanecer nas ruas e isso é um direito delas”, explicou.

Psicóloga da Casa do Andarilho, Simone Dutra destacou que a instituição tem capacidade para receber 60 pessoas. “Apesar de atendermos uma população flutuante, temos aqui 18 assistidos fixos e estamos prontos para receber a população encaminhada pelos serviços da Prefeitura Municipal para passarem a noite”, disse.

Durante o dia, pessoas em situação de rua também são atendidas no Centro Pop, vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, que atua identificando de onde são os moradores em situação de rua na cidade e o motivo da permanência deles nas ruas, resgatam documentos e atendem os migrantes com concessão de passagem quando esses estiverem inseridos no perfil.