Aos 181 anos, Vitória da Conquista passa a ter novos momentos em sua história, a exemplo do que ocorreu na noite de ontem (10). A primeira prefeita do município, Sheila Lemos, entregou o primeiro campo de futebol que leva o nome de outra mulher: Ceci Lacerda Aguiar – grande incentivadora do esporte e que faleceu há 20 dias, aos 83 anos 

Prefeita, secretários e vereador descerram a placa

O tradicional campo do Cruzeiro foi nivelado, recebeu micro drenagem, alambrado e nova iluminação, que foi ligada pela prefeita assim que chegou no local. Sheila lembrou que a obra foi retomada no fim de junho pela Prefeitura, após a obra ter sido abandonada pela empresa que vencera a licitação. Na oportunidade, ela comentou sobre a sensação de entregar a obra pronta e sobre a homenagem a Tia Ceci, como era carinhosamente chamada a homenageada. “Esta obra é resultado do esforço da comunidade e do empenho do vereador Hermínio Oliveira. E é muito gratificante para mim poder homenagear outra mulher, lutadora e que merece nosso aplauso”.

A gestora municipal também falou de novos projetos para o entorno, como a recuperação do Poço Escuro e a requalificação da área do Cristo. Ao finalizar seu discurso, confidenciou: “181 anos! Que prazer eu sinto estar prefeita dessa cidade maravilhosa. E ela é maravilhosa pelo povo que tem, que gosta de trabalhar. Mas não só de trabalho a gente vive, por isso temos que trazer os equipamentos de lazer e é com muita alegria que a gente entrega esse campo iluminado. Vamos para o baba!”  

Rosalvo Mota apita e prefeita dá início à partida

E lá foi a prefeita dar o ponta pé inicial no jogo de estreia, após a requalificação. Bom Sucesso, time do Cruzeiro do qual Tia Ceci esteve à frente por décadas, jogou contra os Amigos, formado por moradores da Rua da Corrente.  

A filha de Ceci, Maria das Graças Lacerda Aguiar, esteve na solenidade de entrega do campo e mesmo ainda muito triste pela perda recente da mãe, agradeceu pela homenagem. “Sinto muita alegria, apesar de muita saudade. Pelo menos ficou a lembrancinha dela aqui. Se ela estivesse aqui, ela estaria ali naquele cantinho dando ordem aos meninos e vendendo as coisinhas dela”, refletiu e, num misto de sentimentos, revelou: “Tudo jogador de mãe e tem mais. Mãe era fogo”. 

E se depender desses jogadores, a chama da paixão pelo futebol não vai se apagar. “Esse time da gente tem história. Tia Ceci faleceu tem pouco tempo mas ela deixou um legado aí. Vários atletas aqui do bairro e de fora passaram pela mão dela e a gente está mantendo o time do Bom Sucesso com essa organização e o amor que ela sempre teve”, comentou Igor Alves de Oliveira, jogador e um dos diretores do Bom Sucesso.

Participantes da frente de honra e filha da homenageada e também servidora municipal

A requalificação do campo da comunidade custou cerca de R$ 420 mil, oriundos do Ministério do Esporte, por meio de emenda parlamentar do deputado federal Arthur Maia, articulada pelo vereador Hermínio Oliveira, com contrapartida do Tesouro Municipal.

Hermínio parabenizou Sheila pelo trabalho em prol da população. “A prefeita mandou a Emurc executar essa obra e foi muito rápido. Tá belíssima e leva o nome de Ceci que foi a primeira jogadora mulher de Conquista, fundadora do Bom Sucesso que revelou jogadores profissionais e amadores. Dentro do mês de aniversário é uma emoção este momento”, expôs.