A Prefeitura de Vitória da Conquista realiza, nesta terça-feira (6), a vacinação contra a Covid-19 das pessoas em situação de rua e moradores de abrigos provisórios com 18 anos ou mais. O público será imunizado com vacina da Janssen, que tem aplicação em dose única.

A organização da estratégia para atender a esse público foi feita, em conjunto, pelas secretarias municipais de Desenvolvimento Social (Semdes) e de Saúde (SMS).

Segundo a secretária de Saúde, Ramona Cerqueira, 100% da população de rua e aqueles que vivem em abrigos com 18 anos ou mais serão vacinados em Vitória da Conquista. “A vacina Janssen foi escolhida para garantir a imunização do grupo que corre o risco de não retornar para a segunda aplicação. Como é uma dose apenas, essa população, que está sempre exposta, mas se desloca muito, fica imunizada, para sua proteção e dos demais”, explicou a secretária.

Já o secretário da Semdes, Michael Farias, ressaltou a relevância dessa ação articulada: “É uma importante estratégia para continuarmos garantindo proteção social a essa parcela importante da população conquistense. Essa articulação entre a Semdes e a Saúde materializa uma das diretrizes do governo da prefeita Sheila Lemos, que é a potencialização da intersetorialidade como forma de garantir à comunidade cada vez mais proteção social”.

Nesta segunda-feira (5), representantes das duas pastas se reuniram e apresentaram o planejamento para os gestores que trabalham com a população em situação de rua, os conselhos de direito e representante do público atendido. O objetivo é que o trabalho alcance a todos.

Pelas estimativas da Semdes e da SMS, cerca de 90 pessoas serão vacinadas em seis pontos

A vacinação da população de rua começa às 8h no Abrigo Provisório 4 (Creche Frei Graciano), implantado pelo Governo Municipal no período de pandemia.

Às 9h, a vacinação será realizada no Centro Pop Adulto (Rua Augusto Seixas, S/N, Loteamento Conquistinha) e uma equipe volante estará nos espaços públicos onde há pessoas em situação de rua que não acessam os serviços de proteção.

Já às 10h, aqueles que viviam em situação de rua e atualmente estão abrigados no Lar da Misericórdia, na Casa do Andarilho ou frequentam a Comunidade Anuncia-me também receberão a vacina nestes locais.